O Profeta (1977)

telenovela brasileira
Disambig grey.svg Nota: Se procura a novela de 2006, veja O Profeta (2006).

O Profeta é uma telenovela brasileira exibida pela Rede Tupi entre 24 de outubro de 1977 e 29 de abril de 1978 em 161 capítulos. Sucedeu Um Sol Maior e antecedeu Roda de Fogo na faixa das 20 horas. Escrita por Ivani Ribeiro, teve direção de Antonino Seabra.[1]

O Profeta
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 minutos
Criador(es) Ivani Ribeiro
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Antonino Seabra
Elenco
Tema de abertura "O Profeta", Briamonte and Jet Music Band
Composto por José Briamonte
Exibição
Emissora original Rede Tupi
Formato de áudio monaural
Transmissão original 24 de outubro de 1977 – 29 de abril de 1978
Episódios 161
Cronologia
Programas relacionados O Profeta (2006)

Contou com as atuações de Carlos Augusto Strazzer, Elaine Cristina, Glauce Graieb, Débora Duarte, Rolando Boldrin, Ana Rosa, Cláudio Corrêa e Castro e Márcia de Windsor nos papeis principais.[1]

ProduçãoEditar

O Profeta abordou a doutrina espírita mesclada a fenômenos paranormais, tema que Ivani Ribeiro já havia explorado ao escrever A Viagem para a Rede Tupi em 1975. O diretor Antonino Seabra sugeriu que a trama fizesse referência a outras religiões e crenças para atender a todos os públicos. A autora contou com assessoria do estudioso do espiritismo Herculano Pires, do psiquiatra Paulo Gaudencio, do Padre Antônio Haddad e de um orientador de umbanda e candomblé. Na época contratada dos Estúdios Silvio Santos, Ivani foi "emprestada" à Tupi para escrever o folhetim.[1]

EnredoEditar

Daniel é um paranormal que vê o passado e prevê o futuro. Quando criança, teve a visão de que o cunhado, João Henrique, traía sua irmã, Ester, o que fez com que ela se separasse do marido. Adulto, tal poder sobrenatural aumenta e Daniel a usa em benefício próprio, em vez de ajudar às pessoas. Monta um consultório e se apresenta na TV, tornando-se famoso, conhecido como “o Profeta”. Daniel começa a ficar rico, importante e frio.

Seu poder é explicado por meio da psiquiatria (pelo Dr. Michel), do candomblé (pelo babalaô Pai Romão), do espiritismo kardecista (pelo seu pai, Francisco) e do catolicismo (pelo tio, Padre Olavo). Daniel fica tão obcecado pelo poder que não percebe a traição de João Henrique, que o incita a explorar financeiramente seus dons para, mais tarde, o denunciar à polícia, vingando-se assim, por culpá-lo pela sua separação de Ester.

Neste tempo, Daniel envolve-se com Sônia, noiva de Murilo, seu melhor amigo. Daniel prevê a morte de Murilo, mas é acusado de tê-la provocado para ficar com Sônia. Envolve-se também com a fútil Ruth, que só quer um marido rico, e não percebe a paixão de Carola, irmã de Ruth, uma garota muito inteligente, mas problemática, de autoestima baixa, que se acha feia e desengonçada. Atormentado com seus poderes, Daniel deseja ser um homem comum.

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem[1]
Carlos Augusto Strazzer Daniel do Prado
Elaine Cristina Sônia Carvalho
Glauce Graieb Ruth Ribeiro de Souza
Débora Duarte Carola Ribeiro de Souza
Rolando Boldrin João Henrique
Ana Rosa Ester do Prado
Márcia de Windsor Luísa Ribeiro de Souza
Cláudio Corrêa e Castro Clóvis
John Herbert Heitor
David José Armando
Irene Ravache Teresa
Carminha Brandão Celina do Prado
Aldo César Francisco do Prado
Luiz Carlos de Moraes Padre Olavo
João Acaiabe Pai Romão
Roberto Maya Dr. Michel
Abrahão Farc Piragibe Carvalho
Jacques Lagôa Paulito
Régis Monteiro Tony
Rildo Gonçalves Jarbas Figueroa
Marta Volpiani Gigi
Ana Luiza Lancaster Analu
Yolanda Cardoso Zulmira
Eudósia Acuña Maria
Léa Camargo Joana
Wilma de Aguiar Aparecida
Rosa Maria Seabra Marina
Suzy Camacho Mariúcha do Prado

Participações especiaisEditar

Participante Personagem[1]
Walter Prado Murilo
Janice Barreto Sueli
Sandra Regina Kátia
Ney Rodrigues Quico
Íris Francis Lílian
Anita Cousseiro Leontina
Assunta Mantelli Isaura
Andréa Morales Lúcia
Marcos Granado Gerente do banco
Nice Warken espírito da mulher que acompanha João Henrique
Paulo Figueiredo Eduardo
Sílvio Rocha Cliente de Daniel
Paulo Goulart Coronel
Sílvio Francisco Ele mesmo
Walter Forster Ele mesmo
Chico Xavier Ele mesmo
Dom Paulo Evaristo Arns Ele mesmo
Hebe Camargo Ela mesma
Zanone Ferrite

RepercussãoEditar

O Profeta obteve grande sucesso junto ao público. Concorrente na faixa das 20 horas inicialmente, Espelho Mágico, da TV Globo, não correspondeu bem à audiência.[2] Sua sucessora, O Astro, apresentava tema semelhante ao da produção da Tupi, em que o protagonista detinha poderes paranormais, para reverter a queda no número de telespectadores. Com índices estáveis nos últimos meses, a novela de Ivani Ribeiro alcançou, no capítulo de 19 de janeiro de 1978, média de 36,7 pontos contra 33,3 da trama da Globo.[1]

RepriseEditar

A novela foi reprisada na faixa das 21 horas entre 31 de outubro de 1979 e 1 de março de 1980, substituindo a inédita Gaivotas, sendo ambas as únicas tramas exibidas no horário, que foi descontinuado.[1]

RemakeEditar

Entre 2006 e 2007, a TV Globo exibiu o remake de O Profeta com texto adaptado por Thelma Guedes e Duca Rachid, e supervisionado por Walcyr Carrasco.[1]

Trilha sonoraEditar

Os long plays das trilhas sonoras nacional e internacional da novela foram lançados em 1977 pela GTA - Gravações Tupi Associadas S/A.[1]

NacionalEditar

N.º TítuloMúsicaTema Duração
1. "Quem Dá Mais"  Antônio MarcosDaniel 4:23
2. "Canto de Meditação"  Ana MazzottiSônia 3:20
3. "Gosto de Sal"  NeuberDaniel 2:49
4. "Terreiro dos Orixás"  Luiza MauraNúcleo de candomblé 3:44
5. "Eu Preciso Muito de Alguém"  Luiz Antônio  3:37
6. "Meu Deus, o Que Se Passa Comigo"  Paulo RobertoPadre Olavo 3:04
7. "Eu Vim, Pra Ficar"  João Luiz WildnerDaniel e Carola 4:57
8. "Jura Secreta"  SimoneCarola 4:22
9. "Então... Eu Voltarei"  João Luiz Wildner  3:18
10. "Boa Noite Morte"  Carlinhos Vergueiro  3:33
11. "Tempo Perdido"  Flávio Carvalho  2:48
12. "Coisas Bobas"  Eliane de GrammontToni e Mariucha 3:34
13. "Lá Vem o Trem"  AgepêClóvis 2:48
14. "Quero Ter Você"  Márcio PradoDaniel e Sônia 2:50

InternacionalEditar

N.º TítuloMúsicaTema Duração
1. "O Profeta"  Briamonte and Jet Music BandAberturaObs 4:00
2. "Nature Boy"  George BensonDaniel 4:16
3. "Trouble Maker"  Roberta Kelly  8:41
4. "Yes Sir, I Can Boogie"  Mary McCann  4:02
5. "My World (Keeps Getting Smaller Everyday)"  Koffee N' KremeCarola 3:38
6. "Everything You Are"  Dennis EastToni e Mariucha 3:49
7. "Face to Face"  Nevil  2:36
8. "Everything Happens For a Reason"  The Floaters  3:51
9. "Keep Moving Right On"  Tony PacinoToni 3:20
10. "Trying"  Maria Thereza  2:45
11. "Non Si Puó Morire Dentro"  Lucio GucciniTeresa 3:52
12. "Air Love"  Lena Zavaroni  3:31
13. "Feels Like The First Time"  Foreigner  3:27
14. "I'm Just a Man"  KramerSônia 3:08

Obs: Foram lançadas duas prensagens do disco. Em cada uma, a música foi ritmada nos estilos soft music e disco.

CompactoEditar

Carlos Augusto Strazzer, intérprete do protagonista Daniel, gravou um compacto com as músicas Muito Romântico e Errare Humanum Est lançado em 1978 pela RCA Records.[1]

PrêmiosEditar

Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado Ref
1977 Prêmio APCA de Televisão Melhor Tema de Novela Venceu [1]
Melhor Ator Carlos Augusto Strazzer Venceu

Referências

  1. a b c d e f g h i j k Nilson Xavier. «O Profeta (1977)». Teledramaturgia. Consultado em 23 de abril de 2016 
  2. Fábio Costa (29 de abril de 2018). «Há 40 anos, chegava ao fim uma novela que incomodou a Globo no horário nobre; saiba qual». Observatório da Televisão 

Ligações externasEditar