Oclusiva alveolar expressa

(Redirecionado de Oclusiva alveolar sonora)
Oclusiva alveolar expressa
d
IPA 104
Codificação
Entidade (decimal) d
Unicode (hex) U+0064
X-SAMPA d
Kirshenbaum d
Som

A oclusiva alveolar expressa é um tipo de fone consonantal empregado em alguns idiomas. O símbolo deste som tanto no alfabeto fonético internacional quanto no X-SAMPA é "d". Este som ocorre no português em palavras como "dor".[1]

Existem apenas algumas línguas que distinguem as paradas dentárias e alveolares, sendo Kota, Toda e Venda algumas delas.[1]

CaracterísticasEditar

  • Sua forma de articulação é oclusiva, ou seja, produzida pela obstrução do fluxo de ar no trato vocal.[1]
  • Como a consoante também é oral, sem saída nasal, o fluxo de ar é totalmente bloqueado e a consoante é uma plosiva.
  • Existem três variantes específicas de [d]:[1]
  • Dental, o que significa que é articulado com a ponta ou a lâmina da língua nos dentes superiores, denominados respectivamente apical e laminal.[1]
  • Denti-alveolar, o que significa que se articula com a lâmina da língua na crista alveolar e a ponta da língua atrás dos dentes superiores.[1]
Oclusiva alveolar expressa
IPA 104 408
Codificação
Entidade (decimal) d​̪
Unicode (hex) U+0064 U+032A
X-SAMPA d_d
Kirshenbaum d[
Som
  • Alveolar, o que significa que é articulado com a ponta ou a lâmina da língua na crista alveolar, denominada respectivamente apical e laminal.[1]
  • Sua fonação é expressa, o que significa que as cordas vocais vibram durante a articulação.
  • É uma consoante oral, o que significa que o ar só pode escapar pela boca.[1]
  • É uma consoante central, o que significa que é produzida direcionando o fluxo de ar ao longo do centro da língua, em vez de para os lados.[1]
  • O mecanismo da corrente de ar é pulmonar, o que significa que é articulado empurrando o ar apenas com os pulmões e o diafragma, como na maioria dos sons.[1]





OcorrênciaEditar

Dental ou denti-alveolarEditar

Language Word IPA Meaning Notes
Armênio Oriental[2] դեմք / demk’  ? [d̪ɛmkʰ] Face Laminal denti-alveolar.
Ocidental տալ / dal [d̪ɑl] Dar Laminal denti-alveolar.
Bashkir дүрт / dürt  ? [dʏʷrt] Quatro
Basco diru [d̪iɾu] Dinheito Laminal denti-alveolar.
Bielorruso[3] падарожжа/padarožža [päd̪äˈroʐʐä] Viagem Laminal denti-alveolar.
Bengali দু/dūdh [d̪ud̪ʱ] Leite Laminal denti-alveolar. Contrasta aspirado e não-aspirado.
Catalão[4] dit [ˈd̪it̪] Dedo Laminal denti-alveolar.
Chinês Wu /da [d̪ɑ̃] A Dinastia Tang
Dinka[5] dhek [d̪ek] Distinto Laminal denti-alveolar. Contrasta /d/ com alveolar.
Holandês Belga ding [d̪ɪŋ] Coisa Laminal denti-alveolar.
Inglês Dublin[6] then [d̪ɛn] Então Laminal denti-alveolar. Corresponde a [ð] em outros dialetos; em Dublin pode ser d͡ð no lugar.[6]
Irlandês do sul[7]
Geordie[8] Alofone de /ð/ em começo de palavra; pode ser realizado como [ð] no lugar.[8]
Ulster[9] dream [d̪ɹim] Sonho Laminal denti-alveolar. Alofone de /d/ antes de /r/, em livre variação com a parada alveolar
Esperanto mondo [ˈmondo] Mundo
Francês[10] dais [d̪ɛ] Marquise Laminal denti-alveolar.
Georgiano[11] კუ [ˈkʼud̪i] Rabo Laminal denti-alveolar.
Hindustani[12] दू / دودھ/dūdh [d̪uːd̪ʱ] Leite Laminal denti-alveolar. Hindustani contrasta aspirado e não-aspirado.
Irlandês dorcha [ˈd̪ˠɔɾˠəxə] Escuro Laminal denti-alveolar.
Italiano[13] dare [ˈd̪äːre] Dar Laminal denti-alveolar.
Japonês[14] 男性的 / danseiteki [d̪ä̃ɰ̃se̞ːt̪e̞kʲi] Masculino Laminal denti-alveolar.
Cashúbio[15] [exemplo necessário] Laminal denti-alveolar.
Quirguiz[16] дос [d̪os̪] Amigo Laminal denti-alveolar.
Letão[17] drudzis [ˈd̪rud̪͡z̪is̪] Febre Laminal denti-alveolar.
Marathi गड/dagaḍ [d̪əɡəɖ] Pedra Laminal denti-alveolar. Marathi contrasta aspirado e não-aspirado.
Nepali दि/din [d̪in] Diurno Contrasta com forma aspirada.
Odia /daśa [d̪ɔsɔ] Dez Laminal denti-alveolar. contrasta aspirado e não-aspirado.
Pashto ﺪﻮﻩ/dwa [ˈd̪wɑ] Dois Laminal denti-alveolar.
Polonês[18] dom  ? [d̪ɔm] Lar Laminal denti-alveolar.
Português[19] Muitos dialetos dar [ˈd̪aɾ] Dar Laminal denti-alveolar. Pode palatalizar ou lenizar em certos ambientes, dependendo do dialeto.
Punjabi Gurmukhi ਦਾਲ/dāl [d̪ɑːl] Lentilhas Laminal denti-alveolar.
Shahmukhi دال/dāl
Russo[20] два/ dva [ˈd̪wɑ] Dois Laminal denti-alveolar, contrasta com uma variante alveolar palatalizada.
Servo-Croata[21] дуга / duga [d̪ǔːgä] Arco-íris Laminal denti-alveolar.
Esloveno[22] danes [ˈd̪àːnəs̪] Hoje Laminal denti-alveolar.
Spanish[23] hundido [ũn̪ˈd̪ið̞o̞] Afundado Laminal denti-alveolar.
Turco dal [d̪äɫ] Galho Laminal denti-alveolar.
Ucraniano[24][25] дерево/derevo [ˈd̪ɛrɛβ̞ɔ] Árvore Laminal denti-alveolar.
Usbeque[26] sifatida [siɸætidæ] Como Laminal denti-alveolar.
Zapoteco Tilquiapan[27] dan [d̪aŋ] Interior do país Laminal denti-alveolar.

AlveolarEditar

Language Word IPA Meaning Notes
Adigué дахэ/daahė [daːxa] Bastante
Assírio neo-aramaico wada [waːda] Fazer Predominante no dialetos Urmia, Jilu, Baz, Gawar e Nochiya. Corresponde a [ð̞] em outras variedades.
Bengali ডা/ḍab [d̠ab] Coco verde Verdadeiro alveolar em dialetos orientais, apical pós-alveolar em dialetos ocidentais. Normalmente transcrito no AFI como [ɖ].
Tcheco do [do] Para dentro
Holandês'"`UNIQ--nowiki-00000079-QINU`"'28'"`UNIQ--nowiki-0000007A-QINU`"' dak [dɑk] Telhado
Inglês Maioria dos falantes dash  ? [ˈdæʃ] Traço
Finlandês sidos [ˈsido̞s] Vínculo
Grego ντροπή / dropí [dro̞ˈpi] Vergonha
Hebraico דואר/ do'ar [ˈdo̞.äʁ̞] Carta
Húngaro adó [ˈɒdoː] Imposto
Cabardiano дахэ/ daahė [daːxa] Bonita
Coreano 아들 / adeul [ɐdɯl] Filho
Português Recifense Disso [disʊ] Disso Em alguns dialetos é dental.
Padrão Dado [dadʊ] Dado
Curdo Do norte diran [dɪɾä:n] Dentes
Central ددان/ dadân [dædä:n]
Do sul دیان/dîân [diːä:n]
Luxemburguês[29] brudder [ˈb̥ʀudɐ] Irmão Mais frequentemente [t].[29]
Malaio Padrão dahan [dähän] Ramo
Indonésio[30]
Kelantan-Pattani [dahɛː]
Maltês dehen [den] Sagacidade
Tailandês ดาว/ dāw [daːw] Estrela
Galês diafol [djavɔl] Demônio
Frísio ocidental doarp [ˈdwɑrp] Vila
Yi /dda [da˧] Competente
Yonaguni 与那国 / dunan [dunaŋ] Yonaguni

VariávelEditar

Língua Palavra AFI Significado Notas
Árabe دين/diin [diːn] Religião Laminal denti-alveolar ou alveolar, dependendo no dialeto.
Inglês Sul [31] dawn [doːn] Alvorecer Laminal denti-alveolar para alguns falantes, alveolar para outros.[31][32][33]
Escoces[32] [dɔn]
Galês[33] [dɒːn]
Alemão Padrão[34] oder  ? [ˈoːdɐ] Ou Varia entre laminal denti-alveolar, laminal alveolar e apical alveolar.[34]
Norueguês Oriente urbano[35] dans [d̻ɑns] Dança Parcialmente ou completamente expresso [t]. Varia entre laminal denti-alveolar e laminal alveolar.[35]
Persa[36] اداره/edāre [edaːre] Ofício Varia entre laminal denti-alveolar e apical alveolar.[36]
Eslovaco[37][38] do  ? [d̻ɔ̝] Para dentro Varia entre laminal denti-alveolar e laminal alveolar.[37][38]
Sueco Padrão central[39] dag [dɑːɡ] Dia Varia entre laminal denti-alveolar e alveolar, com o anterior sendo predominante.[39] Pode ser uma aproximante em fala casual.

Ver tambémEditar


ReferênciasEditar

  1. a b c d e f g h i j Maddieson; Ladefoged, Ian; Peter (1996). The Sounds of World's Languages. [S.l.: s.n.] 
  2. Dum-Tragut (2009), p. 13.
  3. Padluzhny (1989), p. 47.
  4. Carbonell & Llisterri (1992), p. 53.
  5. Remijsen & Manyang (2009), pp. 115, 121.
  6. a b Collins & Mees (2003), p. 302.
  7. Roca & Johnson (1999), p. 24.
  8. a b Watt & Allen (2003), p. 270.
  9. «Week 18 (ii). Northern Ireland» (PDF) 
  10. Fougeron & Smith (1993), p. 73.
  11. Shosted & Chikovani (2006), p. 255.
  12. Ladefoged (2005), p. 141.
  13. Rogers & d'Arcangeli (2004), p. 117.
  14. Okada (1999), p. 117.
  15. Jerzy Treder. «Fonetyka i fonologia». Cópia arquivada em 4 de março de 2016  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  16. Kara (2003), p. 11.
  17. Nau (1998), p. 6.
  18. Jassem (2003), p. 103.
  19. Cruz-Ferreira (1995), p. 91.
  20. Jones & Ward (1969), p. 99.
  21. Landau et al. (1999), p. 66.
  22. Pretnar & Tokarz (1980), p. 21.
  23. Martínez-Celdrán, Fernández-Planas & Carrera-Sabaté (2003), p. 255.
  24. S. Buk; J. Mačutek; A. Rovenchak (2008). «Some properties of the Ukrainian writing system». arXiv:0802.4198  
  25. Danyenko & Vakulenko (1995), p. 4.
  26. Sjoberg (1963), p. 10.
  27. Merrill (2008), p. 108.
  28. Gussenhoven (1992), p. 45.
  29. a b Gilles & Trouvain (2013), pp. 67–68.
  30. Soderberg & Olson (2008), p. 210.
  31. a b Lass (2002), p. 120.
  32. a b Scobbie, Gordeeva & Matthews (2006), p. 4.
  33. a b Wells (1982), p. 388.
  34. a b Mangold (2005), p. 47.
  35. a b Kristoffersen (2000):22
  36. a b Mahootian (2002):287–289
  37. a b Kráľ (1988), p. 72.
  38. a b Pavlík (2004), pp. 98–99.
  39. a b Riad (2014):46