Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.

Octávio Ribeiro Malta (Pernambuco, 1902 - Rio de Janeiro, 25 de abril de 1984), foi um jornalista e militante comunista brasileiro.[1]

Fundou com Samuel Wainer o jornal Última Hora. Opôs-se ao Estado Novo de Getúlio Vargas e ao Golpe Militar de 1964. Foi preso no rastro da Intentona Comunista de 1935 e teve os direitos políticos cassados pelo regime militar.[1]

Octávio Malta morreu aos 82 anos, vítima de edema pulmonar. Era casado com Rosa Gomes Malta e deixou três filhos: o jornalista Dácio Malta e os economistas Sérgio e Márcio.

Referências

  1. a b «Octavio Malta, um dos 10 mais influentes jornalistas do Brasil». Fundação Astrojildo Pereira. 19 de julho de 2018. Consultado em 12 de julho de 2019 
  Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.