Odair Hellmann

futebolista brasileiro

Odair Hellmann (Salete, 22 de janeiro de 1977) é um treinador e ex-futebolista brasileiro que atuava como volante. Atualmente comanda o Al-Wasl.

Odair Hellmann
Odair Hellmann
Odair em 2016 com a Seleção Olímpica.
Informações pessoais
Nome completo Odair Hellmann
Data de nasc. 22 de janeiro de 1977 (44 anos)
Local de nasc. Salete (SC), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,79 m
destro
Apelido Maionese, Papito[1]
Informações profissionais
Período em atividade como jogador: 1997–2009 (13 anos)
como auxiliar 2015–2017 (2 anos)
como treinador: 2017–presente
Equipa atual Al-Wasl
Posição ex-volante
Função treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes
1997–1998
1999
2000
2000
2001
2002
2002
2003
2004
2005–2006
2007
2007–2008
2009
Internacional
Fluminense
Internacional
Veranópolis
América-RN
Mamoré
Brasil de Pelotas
Enköpings
America
Remo
CRB
Eastern
Brasil de Pelotas
Times/Equipas que treinou
2017–2019
2020
2020–
Internacional
Fluminense
Al-Wasl
Última atualização: 10 de dezembro de 2020

Foi auxiliar-técnico na conquista do ouro olímpico para a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos Rio 2016.[2]

Carreira como jogadorEditar

Odair foi revelado no Internacional. Depois de passar pela escolinha do clube, em 1991, e em todas as categorias de base, chegou ao profissional[3], onde atuou entre 1997 e 1998. Também atuou em clubes como Fluminense[4][5], América-RJ e Brasil de Pelotas. Também possui experiência internacional ao ter atuado no Enköpings, da Suécia[6], e no Eastern, de Hong Kong.

No dia 15 de janeiro de 2009, estava presente no trágico acidente de ônibus do time do Brasil de Pelotas que vitimou três pessoas. Após sobreviver, anunciou sua aposentadoria aos 32 anos.[7]

Carreira como treinadorEditar

Assistente e auxiliar técnicoEditar

Chegou ao Internacional no final de 2009, tendo sido assistente técnico do time juvenil (2010 a 2011) e da equipe Sub-20 (2012). Depois virou auxiliar técnico da comissão permanente do grupo profissional em 2013, tendo trabalhado com Dunga, Abel Braga e Diego Aguirre, entre outros. Em paralelo ao Colorado, chegou a ser auxiliar de Rogério Micale[8] na Seleção Brasileira Sub-23 durante as Olimpíadas de 2016 - na ocasião, o Brasil levou o ouro pela primeira vez na competição de futebol.[9]

InternacionalEditar

Em 2015, Odair treinou interinamente o Inter em duas partidas, após a demissão de Diego Aguirre. Posteriormente, treinou o time interinamente ainda em 2017, na Copa do Brasil, tendo vencido o Palmeiras por 2 a 1. Na ocasião, Antônio Carlos Zago havia sido demitido. Logo depois veio Guto Ferreira, que ficou na equipe colorada por quase seis meses. Mas ainda em novembro de 2017, Guto foi demitido e Odair assumiu interinamente outra vez para as três partidas finais do time na Série B.[10]

Tendo apresentando um bom desempenho, com um empate e duas vitórias, sendo vice-campeão da Série B, aliado à recusa de Abel Braga, no dia 25 de novembro de 2017, Odair foi efetivado como técnico do Inter para a temporada de 2018.[11][12][13]

Na temporada 2018, Odair liderou a reconstrução do futebol do clube na elite brasileira, terminando a Série A em 3° lugar, e assim assegurando uma vaga na Libertadores de 2019.

No dia 24 de julho de 2019, Odair atingiu a marca de 20 meses no comando do Colorado, sendo assim o técnico mais longevo do time em 40 anos, feito que não ocorria desde Rubens Minelli, treinador tri-campeão brasileiro nos anos 70.[14]

Em 10 de outubro, após a derrota para o CSA pelo Campeonato Brasileiro, o quarto jogo seguido sem vitória, foi demitido.[15][16]

FluminenseEditar

No dia 11 de dezembro de 2019, foi anunciado como novo técnico do Fluminense até o fim de 2020.[17] Começou bem no Campeonato Carioca, conquistando vitórias sobre Cabofriense, Portuguesa, Bangu, Flamengo e Botafogo durante a Taça Guanabara. Foi considerado um dos melhores técnicos da competição, apenas empatando com o ex-técnico do Flamengo Jorge Jesus.[18] Ele conquistou a Taça Rio[19] e foi vice-campeão do Campeonato Carioca pelo clube.[20] Apesar das eliminações da Copa Sul-Americana e Copa do Brasil, Odair fez uma boa campanha no Campeonato Brasileiro, fazendo o clube brigar na parte de cima.[21]

Al-WaslEditar

Após ser procurado pelo Al-Wasl no dia 7 de dezembro de 2020, Odair rescindiu com o Tricolor das Laranjeiras e assumiu a equipe dos Emirados Árabes.[22][23]

EstatísticasEditar

Como treinadorEditar

Atualizadas até 7 de dezembro de 2020.

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Internacional 122 65 28 29 60.92%
Fluminense 50 24 12 14 56.00%

TítulosEditar

Como jogadorEditar

Internacional
Fluminense
Remo

Como treinadorEditar

Fluminense

Referências

  1. «'Retranqueiro' Hellmann se respalda na história com o Inter para conduzir time - Esportes - Estadão». Estadão 
  2. «Eles não ganham medalha, mas também são de ouro». Confederação Brasileira de Futebol. 20 de agosto de 2016. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  3. Linck, João Vicente (Fevereiro de 2015). «Odair Hellmann, o Papito». Revista do Inter 
  4. «Odair Hellman: você sabia disso?». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  5. «Odair Hellmann já foi campeão da Série C pelo Fluminense e fez gol emblemático». Goal.com. 11 de dezembro de 2019. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  6. Allsvenskan 2003 > Enköpings SK FK > Odair Hellmann
  7. Jeremias Wernek (2 de outubro de 2014). «Ele escapou da morte em tragédia com ônibus e agora é vital ao Inter». UOL. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  8. Felipe Schmidt e Pedro Venancio (27 de junho de 2016). «Micale mantém núcleo e escolhe auxiliar do Inter para seleção olímpica». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  9. «Brilhou o ouro! Nos pênaltis, Brasil vence Alemanha e conquista medalha inédita». GloboEsporte.com. 20 de agosto de 2016. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  10. Correio do Povo (11 de novembro de 2017). «Guto Ferreira é demitido após empate do Inter com Vila Nova» 
  11. Eduardo Deconto (25 de novembro de 2017). «Após fim da Série B, Inter define Odair Hellmann como técnico para 2018». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  12. «Inter surpreende e promove Odair Hellmann a técnico para 2018». UOL. 25 de novembro de 2017. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  13. Eduardo Deconto (25 de novembro de 2017). «Efetivado como técnico do Inter, Odair diz: "Estou preparado, não estou pronto"». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  14. Eduardo Deconto e Fernando Becker (24 de julho de 2019). «20 meses a 110%: recordista, Odair vê Inter em "outro patamar" para oitavas da Libertadores». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  15. Eduardo Deconto e Tomás Hammes (10 de outubro de 2019). «Inter demite o técnico Odair Hellmann». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  16. «Os números e as campanhas de Odair Hellmann como técnico do Inter». Gaúcha ZH. 10 de outubro de 2019. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  17. «Odair Hellmann é o novo técnico do Fluminense». Site oficial do Fluminense. 11 de dezembro de 2019. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  18. «Odair Hellmann comemora posto de melhor técnico do Campeonato Carioca: "Serve de combustível"». GloboEsporte.com. 20 de julho de 2020. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  19. «Fluminense bate Flamengo nos pênaltis, fatura a Taça Rio e adia definição do Estadual». Superesportes. 9 de julho de 2020. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  20. «Flamengo vence o Fluminense e conquista o Campeonato Carioca 2020». Esporte Interativo. 15 de julho de 2020. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  21. «Flu faz sua 3ª melhor campanha da década num 1º turno de Brasileirão». NETFLU. 1 de novembro de 2020. Consultado em 8 de dezembro de 2020 
  22. Felipe Siqueira, Paula Carvalho, Raphael Zarko e Thiago Lima (7 de dezembro de 2020). «Fluminense confirma saída de Odair e anuncia Marcão como técnico até o fim da temporada». GloboEsporte.com 
  23. «Odair cita proposta "irrecusável" do Al Wasl e agradece "esforço por permanência" do Fluminense». GloboEsporte.com. 7 de dezembro de 2020 

Ligações externasEditar

Precedido por
Guto Ferreira
Treinador do Internacional
2017–2019
Sucedido por
Zé Ricardo
Precedido por
Marcão
Treinador do Fluminense
2020
Sucedido por
Marcão