Abrir menu principal

Oficina Cerâmica Francisco Brennand

Monte ebotto
Oficina Cerâmica Francisco Brennand
Muralha Mãe Terra
Tipo Museu de arte
Inauguração 1971 (48 anos)
Proprietário atual Francisco Brennand
Website brennand.com.br
Geografia
País  Brasil
Cidade Recife,  Pernambuco
Coordenadas 8° 3' 10" S 34° 58' 30" O

A Oficina Cerâmica Francisco Brennand é um museu de arte brasileiro localizado na cidade do Recife, capital de Pernambuco. Foi criada pelo artista plástico pernambucano que dá nome ao conjunto arquitetônico, Francisco Brennand.[1][2]

Trata-se de um complexo monumental — museu e ateliê — com aproximadamente 2 mil obras, entre esculturas, murais, paineis, pinturas, desenhos e objetos cerâmicos. A principal temática da obra de Francisco Brennand é a origem da vida e a eternidade das coisas.

"Isso tudo vai nos introduzir ao mundo da reprodução - as coisas são eternas porque se reproduzem - a eternidade é a reprodução - o próprio universo é uma forma de reprodução como se fosse a história de um imenso desejo". Francisco Brennand in "O Oráculo contrariado. Editora Bagaco: Recife, 2005.

Possui diversas obras inspiradas na mitologia grega romana, história, fauna e flora, literatura dentre outros personagens.

HistóriaEditar

A Oficina Cerâmica Francisco Brennand surgiu no ano de 1971 nas ruínas da Cerâmica São João da Várzea, uma olaria datada do ano de 1917, fundada pelo pai de Francisco Brennand, o industrial Ricardo Lacerda de Almeida Brennand. A antiga fábrica de tijolos e telhas herdada pelo artista, instalada nas terras do Engenho Santos Cosme e Damião, no bairro histórico da Várzea, é cercada por remanescentes da Mata Atlântica e pelas águas do Rio Capibaribe, principal curso d'água do Recife.[3]

Lugar único no mundo, a Oficina Brennand constitui-se num conjunto arquitetônico monumental de grande originalidade, em constante processo de mutação, onde a obra se associa à arquitetura para dar forma a um universo abissal, dionisíaco, subterrâneo, obscuro, sexual e religioso.

A presença do artista num trabalho contínuo de criação confere à Oficina um caráter inusitado, identificando-a como uma instituição intrinsecamente viva e com uma dinâmica que torna imprevisíveis os rumos da arquitetura e da obra.

O artista Francisco BrennandEditar

Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand, nasceu em 11 de junho de 1927, na cidade do Recife.

O artista enveredou pelos caminhos da arte aos 13 anos de idade, para se dedicar incessantemente ao oficio de pintor, desenhista e escultor que o tornou no dizer de Ferreira Goulart ”um ser cultural que habita o mundo que ele próprio criou”.

Se, como dizia Oscar Wilde, a vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida, o talento de Brennand se evidenciou desde os anos de colegial quando fazia caricaturas de professores e colegas. Sua formação, inicialmente acadêmica, realizada com artistas de Pernambuco, especialmente com o mestre do afresco Murilo La Greca, e o paisagista Álvaro Amorim, não o afastaram da liberdade de expressão, em que mantém até hoje o rigor do domínio técnico.

Iniciando-se com pintor, aos 20 anos, Brennand participou do 6º Salão de Arte do Museu do Estado de Pernambuco, quando obteve o primeiro prêmio de pintura, com uma paisagem idealizada a partir das caminhadas no Engenho São João de propriedade do seu pai. intitulada de a  “Segunda Visão da Terra Santa”. No ano seguinte participou novamente do Salão de Pernambuco enviando cinco quadros, obtendo simultaneamente o primeiro prêmio com a obra “Frade em Oração” e uma menção honrosa, esta por seu “Auto-Retrato como Cardeal Inquisidor”, inspirado pelo “Retrato do Cardeal Inquisidor Don Fernando Nino de Guevara”, de El Greco.

Nos períodos compreendidos entre 1948-1949 e 1950-1952, Brennand viaja a Paris, aconselhado por Cícero Dias, e visita outros países europeus para estudar pintura e cerâmica (Itália), tendo convivido com artistas contemporâneos como Fernand Léger, freqüentando aulas de pintura com André Lhote e ocupando-se também com visitas a galerias e museus.

Atualmente com 91 anos, Francisco Brennand é um artista consagrado e reconhecido no Brasil e no exterior, tendo recebido vários prêmios, como o Interamericano Gabriela Mistral, oferecido pela OEA, realizou diversas exposições nacionais e internacionais. Possui obras públicas por diversos estados brasileiros, instituições culturais e museus. Uma de suas obras mais conhecidas é o Mural Cerâmico das Industrias Bacardi Export, em Miami.

Instalações físicasEditar

São 15 km² de área construída. O complexo conta com espaços como a Accademia (Pinacoteca), o Anfiteatro, o Salão de Esculturas, o Templo Central, o Templo do Sacrifício, o Estádio (espaço destinado à realização de eventos), auditório, capela Imaculada Conceição, projetada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha, loja de souvenirs e objetos utilitários, Brennand Café, além de jardins projetados por Burle Marx.[4]


Atividades desenvolvidas pelo MuseuEditar

Visitas Guiadas, atendimento ao público, alunos das redes de pública e particular de educação.

Ongs , alunos universitários, turistas e demais públicos.

Exposição permanente do acervo do artista.

Exposições temporárias (divulgada sempre que houver)

Atividades educativas, palestras (divulgada sempre que houver)

Informações e ServiçosEditar

Museu aberto ao público para visitação pesquisa e atividade Lúdica.

Espaços disponíveis para eventos, casamentos e confraternizações.

Brennand  Café –  Restaurantes com cardápio a la carte.


Loja Oficina – com objetos utilitários feitos em cerâmicas, livros, camisetas e souvenir.

Horário de VisitaçãoEditar

Segunda-feira a quinta-feira: 8:00 ás 17:00h.

Sexta-feira: 8:00 às 16:00h.

Sábados e domingos: 10:00 às 16:00h.

Feriados: Consultar antes por telefone. 081- 32712466

AcervoEditar

O acervo do museu conta com mais de 2 mil peças, entre esculturas, murais, paineis e pinturas e desenhos.[4]

Expostos numa mostra permanente disponível pra visitação e pesquisa.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Oficina Cerâmica Francisco Brennand». TV Brasil. Consultado em 21 de maio de 2016 
  2. «Conhecendo Museus - Oficina Cerâmica Francisco Brennand». TV Escola. Consultado em 21 de maio de 2016 
  3. «Oficina Brennand». Brennand.com.br. Consultado em 21 de maio de 2016 
  4. a b «Oficina Cerâmica Francisco Brennand». Jornal Cruzeiro do Sul. Consultado em 21 de maio de 2016 

Ligações externasEditar