Abrir menu principal

Olavo Bilac (cantor)

cantor português
Olavo Bilac
Informação geral
Nome completo Olavo Bilac Alves dos Reis
Nascimento 26 de dezembro de 1967 (51 anos)
País Pemba, Mocambique Moçambique
Gênero(s) Pop-Rock
Página oficial https://facebook.com/olavobilac.oficial

Olavo Bilac (26 de Dezembro de 1967) é um cantor português e uma das vozes mais carismáticas e acarinhadas do panorama musical português. Vocalista de bandas como Santos & Pecadores, Resistência e Zeca Sempre. Neste momento tem a sua carreira a solo e no ano de 2019 comemorou “25 de Canções”.


HistóriaEditar

É filho de um caboverdiano que cresceu em Macau e foi funcionário do Banco Nacional Ultramarino em Moçambique. Olavo recebeu o mesmo nome do pai, atribuído pela sua avó Cristina Lima em homenagem ao poeta brasileiro Olavo Bilac[1].

BiografiaEditar

Olavo Bilac – Nasce a 26 de Dezembro de 1967 em Porto Amélia – Moçambique onde frequenta o ensino primário, interrompendo este ciclo com a revolução do 25 de Abril de 1974, que obriga a família a envia-lo com os irmãos para Portugal. Terminando os estudos do ensino básico e secundário em Portugal.

Em 1987 forma a banda Santos & Pecadores, projecto que se mantém até hoje e onde começa como baixista da banda. Por ser necessário um vocalista, Olavo Bilac começa a trautear os primeiros temas sendo logo aceite pela banda, devido principalmente ao timbre diferenciado que tanto caracteriza a sua voz.

Continua os estudos na área de design gráfico que cursa no IADE, e em 1993, enquanto frequenta o último ano, interrompe os estudos para integrar o projecto Resistência.

Durante o ano que este projecto esteve no activo, ganha enorme popularidade e revela ao mundo a banda Santos & Pecadores, que edita o seu primeiro álbum “Onde Estás?” em 1995.

Participa em vários projectos de outros músicos, entre os quais “Portugal a Cantar” com Miguel Ângelo, Miguel Gameiro, Anabela e Rita Guerra.

É responsável por dar voz a uma música de Paulo Gonzo – “Jardins Proibidos” que é um enorme sucesso e preponderante para o reatar da carreira deste músico.

Em 2002 participa no filme “Pulsação Zero“ do realizador Fernando Fragata com a personagem “Tranças“.

Em 2002 dá voz aos temas do filme “Espírito Indomável” com enorme sucesso de bilheteira.

Em 2008 dá voz ao chefe da prisão Comandante Vachir no filme “Panda Kung Fu”.

Olavo Bilac, é hoje um nome incontornável da música em Portugal e nos Países de expressão Portuguesa, sendo a sua participação em discos e concertos dos mais prestigiados cantores Portugueses e Africanos, uma constante. A sua simpatia natural e imagem, conferem-lhe uma notoriedade consensual e transversal num relacionamento natural com toda a sociedade.

No campo da solidariedade participa regularmente em festas públicas e privadas de forma despretensiosa e genuína. Participa activamente como padrinho das Aldeias SOS, tendo sido protagonista da campanha de 2009 conjuntamente com Nuno Eiró.

Em 2010 Olavo Bilac é um dos nomes que participa no projecto ZECA SEMPRE que homenageia Zeca Afonso, tendo enorme expressão a nível nacional. Está em parceria neste projecto com os cantores Nuno Guerreiro (Ex Ala dos Namorados) e Tozé Santos (Per7ume) e o produtor Vítor Silva.

Em Novembro de 2012 é editado o disco de carreira dos Santos & Pecadores comemorativo dos 20 anos de existência da banda. As gravação do CD / DVD tiveram lugar no CCB, tendo sido produzido por Mário Barreiros e realizado pela RTP.

Em 2014, lança-se num registo diferente, com o álbum "Músicas do Meu Mundo", onde homenageou a música lusófona.

Em 2018, regressa à pop com carreira a solo e lança o tema "Estou Aqui".

Em 2019 edita o tema "1001 Razões" e nesse mesmo ano comemora "25 Anos de Canções" com uma tour com mais de 60 datas de norte a sul e ilhas. Esta tour terá continuação em 2020.

ReferênciasEditar