Olimpíada Iberoamericana de Física

A Olimpíada Iberoamericana de Física (OIbF) é uma competição anual de física. Ela é destinada a alunos do ensino médio dos países iberoamericanos, isto é, países que integrem a organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI). Ela é uma das Olimpíadas Internacionais de Ciências.

DelegaçõesEditar

Os países podem mandar até quatro competidores e dois professores (delegados).

Os competidores devem preencher os seguintes requisitos:

  • Não terem completado mais de 18 anos no ano anterior à realização da OIbF;
  • Não terem participado da Olimpíada Internacional de Física;
  • Não terem participado da OIbF mais de uma vez;
  • Não serem estudantes universitários.

ProvasEditar

Durante a Olimpíada Iberoamericana de Física os estudantes realizam duas provas, uma teórica e outra experimental. Os competidores devem realizá-las individualmente.

SedesEditar

Ano País Cidade
1991   Colômbia Bogotá
1997   México Oaxtepec
1998   Venezuela Mérida
1999   Costa Rica Cartago
2000   Espanha Jaca
2001   Bolívia La Paz \ Sorata
2002   Guatemala Antigua
2003   Cuba Havana
2004   Brasil Salvador
2005   Uruguai Colônia do Sacramento
2006   Portugal Coimbra
2007   Argentina Córdoba
2008   México Morelia
2009   Chile Santiago
2010   Panamá Panamá
2011   Equador Guayaquil
2012   Espanha Granada[1]

Participação do BrasilEditar

A seleção da equipe brasileira é feita através da Olimpíada Brasileira de Física.

Participação de PortugalEditar

A equipe portuguesa é selecionada pelas Olimpíadas Portuguesas de Física.

Tabela de medalhas de PortugalEditar

Ano País-Sede Ouro Prata Bronze M.H.
2000   Espanha - - - 3
2001   Bolivia - 2 1 1
2002   Guatemala 1 - 1 1
2003   Cuba - - - 2
2004   Brasil - - 1 3
2005   Uruguai 1 - - 2
2006  Portugal 1 1 2
2007   Argentina - 2 2 -
2008   México - 1 - 3
2009   Chile - 1 2 1
2010   Panama 1 - 3 -
2011   Equador 1 2 1[2] -

2011Editar

Em 2011 a equipa portuguesa obteve a melhor classificação de sempre: uma medalha de ouro, duas medalhas de prata e uma medalha de bronze. As medalhas foram para os seguintes estudantes;

Ver tambémEditar

Referências

  1. http://physica.ugr.es/oibf2012/ Arquivado em 19 de fevereiro de 2012, no Wayback Machine. XVII Olimpíada Iberoamericana de Física
  2. a b http://olimpiadas.spf.pt/docs/2011/oibf.pdf Melhor classificação de sempre nas Olimpíadas Ibero-Americanas

Ligações externasEditar