Olival Freire Jr.

Olival Freire Jr. (Jequié,[1] 1954) é um físico e historiador da física brasileiro. É professor de física e história da física da Universidade Federal da Bahia (UFBA), ex-presidente da Sociedade Brasileira de História da Ciência e presidente da Comissão para a História da Física Moderna, International Union of History and Philosophy of Science.

Olival Freire Jr.
'
Nascimento 1954
Jequié
Cidadania Brasil
Ocupação físico, historiador,

Educação e carreiraEditar

Freire Jr. estudou engenharia elétrica durante um ano e meio na Universidade Federal da Bahia antes de, impressionado pelas aulas de Benedito Pepe, mudou para física.[2] No mestrado foi orientado por Amélia Hamburger com uma dissertação sobre interpretações da física quântica, em particular a interpretação de Vladimir Fock, e em seu doutorado foi orientado por Michel Paty e Shozo Montoyama com uma tese sobre a abordagem de David Bohm sobre mecânica quântica.[3]

Prêmios e honrariasEditar

Em 2011 foi um dos ganhadores do Prêmio Jabuti de ciências exatas por seu livro Quantum theory: historical studies and cultural implications.

PublicaçõesEditar

Referências

  1. JESUS, Jorge Wilton Pereira de Memórias de uma esquerda em transição: Militância comunista, espaço e sociedade na Bahia (1974-1991). Santo Antônio de Jesus, Bahia. Universidade do Estado da Bahia - UNEB, 2008, p. 181.
  2. Entrevista com Olival Freire. Jr. por Wagner Ferreira
  3. Michel Paty: Introduction, in: Brazilian Studies in Philosophy and History of Science: An account of recent works (Boston Studies in the Philosophy of Science), Springer, ISBN 978-9048194216, p. 36 ff.
  4. Seth, Suman (1 de abril de 2016). «Review of The Quantum Dissidents by Olival Freire Jr.». Physics Today. 69 (4): 57. doi:10.1063/PT.3.3143