Abrir menu principal

Onda de frio na América do Norte em 2019

severa onda de frio causada pelo vórtice polar do Ártico

No final de janeiro de 2019, uma severa onda de frio causada pelo vórtice polar do Ártico atingiu o Centro-Oeste dos Estados Unidos e o leste do Canadá, matando 21 pessoas.[1] Ela veio depois que uma tempestade de inverno chegou a 13 polegadas (33 cm) de neve em algumas regiões.[1][2]

Eventos meteorológicosEditar

Temperaturas na superfície de 24 a 29 de janeiro.

Normalmente, a corrente de jato do Hemisfério Norte viaja rápido o suficiente para manter o vórtice polar estacionário na estratosfera sobre o Pólo Norte. No final de janeiro de 2019, um enfraquecimento da corrente de jato dividiu o vórtice polar em dois, com uma formação viajando para o sul e parando sobre o centro do Canadá e o centro-norte dos Estados Unidos por cerca de uma semana antes de se dissipar. O influxo de ar frio do Polo Norte criou ventos fortes e trouxe temperaturas sub-zero extremas, ainda mais exacerbadas pelo vento forte. Grandes quantidades de neve caíram na área afetada. O padrão climático incomum foi atribuído às mudança climáticas.[3]

ImpactoEditar

Pelo menos 8 mortes na América do Norte foram diretamente atribuídas à onda de frio, com várias dessas pessoas congeladas até a morte. Mais 21 mortes estão sob investigação como potencialmente relacionadas.[4]

Cerca de 2.700 voos foram cancelados em 30 de janeiro, com 2.000 cancelados no dia seguinte.[5] A Amtrak também cancelou vários trens.[6]

Referências