Abrir menu principal

Wikipédia β

Onesícrito de Astipaleia

Onesícrito de Astipalea (em grego: Ὀνησίκριτος), c. 360 – c. 290,[1] um escritor histórico grego, que acompanhou Alexandre em suas campanhas na Ásia. Ele alegou ter sido o comandante da frota de Alexandre, mas era na verdade apenas um timoneiro; Arriano e Nearco frequentemente o criticaram por isso. Quando voltou para casa, escreveu uma história das campanhas de Alexandre. Onesícrito é frequentemente citado pelos autores posteriores, que também o critica por suas imprecisões.

VidaEditar

Onesícrito era nativo de Astipaleia,[2] e foi provavelmente em sua terra e origem que adquiriu o conhecimento náutico que lhe foi tão útil. Ele era um discípulo do filósofo cínico Diógenes de Sínope.[3] Diógenes Laércio também o chama eventualmente de "Onesícrito de Égina" e diz que ele viera a Atena porque seus dois filhos Andróstenes Filisco de Égina eram atraídos pela filosofia cínica de Diógenes de modo que Onesícrito tornou-se um ávido discípulo. Deste modo, ele já teria idade avançada quando juntou-se à expedição de Alexandre.

ObrasEditar

Segundo Diógenes Laércio[4] Onesícrito que escreveu uma obra sobre Alexander chamado Como Alexandre foi educado(em grego: Πῶς Ἀλέξανδρος Ἤχθη), imitando o estilo de Xenofonte, embora um pouco abaixo de uma cópia do original.[5][6]

Referências

  1. Charles Brockden Brown. Collected Writings of Charles Brockden Brown: Letters and Early Epistolary Writings. Rowman & Littlefield; 2013. ISBN 978-1-61148-444-1. p. 751.
  2. Diógenes Laércio, Vidas e Doutrinas dos Filósofos Ilustres, vi. 84; Arriano, Ind. 18; Cláudio Eliano, H. N. xvi. 39
  3. Diógenes Laércio, Vidas e Doutrinas dos Filósofos Ilustres, vi. 75; Plutarco Alexandre, 65; Estrabão, xv. 65.
  4. Diógenes Laércio, vi. 84
  5. Diógenes Laércio, vi. 84; Suda, Onesicritos.
  6. R. BRACHT BRANHAM; MARIE-ODILE-GOULET CAZE. Os Cínicos. LOYOLA; ISBN 978-85-15-03223-5. p. 430.