Ontbijtkoek

Ontbijtkoek
Kruidkoek servido com uma camada de manteiga.
Categoria Bolo
País Países Baixos
Ingrediente(s)
principal(is)
Farinha de centeio, açúcar, especiarias
Receitas: Ontbijtkoek   Multimédia: Ontbijtkoek

Ontbijtkoek (lit. bolo de café da manhã) é um tipo de bolo temperado, típico dos Países Baixos e do Flandres. A receita também recebe os nomes peperkoek, snijkoek, lekkerkoek, zoetekoek, hapkoek, honingkoek, kruidkoek e pondkoek.[1]

CaracterísticasEditar

O ontbijtkoek é feito com uma base de farinha de centeio, à qual são adicionados açúcar, xarope de glicose ou frutose, especiarias variadas e fermento.[2] As especiarias utilizadas incluem gengibre, cravo-da-índia, cardamomo, noz-moscada, canela e macis.

Versões modernas da receita também podem incluir xaropes aromatizados com frutas, como peras ou maçãs, no lugar do xarope de glicose.

Apesar de seu nome genérico de ontbijtkoek (bolo de café da manhã, em neerlandês), o bolo é geralmente comido como lanche, acompanhado de café ou chá. No entanto, ao longo do século XX, o alimento passou a ser comumente consumido no café da manhã com uma camada de manteiga, substituindo o pão.[3]

VariaçõesEditar

Há diversas versões do ontbijtkoek, que recebem ingredientes como maçã, gengibre, nozes, passas, canela e outros temperos.[4] O bolo recebe nomes diferentes dependendo da região e dos ingredientes que são adicionados à receita. Apesar de muitos nomes se refererirem a especiarias que já estão presentes na receita-base, esses ingredientes constam em maior quantidade nas variações.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Basisrecept: ontbijtkoek». Lekker en Simpel (em neerlandês). 16 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de maio de 2020 
  2. Voedingsstoffen in ontbijtkoek Nederlands voedingsstoffenbestand (NEVO)
  3. Meeuwsen, Matthijs (30 de março de 2019). «Deze ontbijtkoek komt als beste uit de test». AD.nl. Consultado em 20 de maio de 2020 
  4. «Basisrecept: ontbijtkoek». Lekker en Simpel (em neerlandês). 16 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de maio de 2020 
  5. Pennings, Tessa. «Bossche Koek». Bossche Koek. Zoeten Verleidelijk. Consultado em 21 de maio de 2020 
  6. «Gemberkoek - 24Kitchen». www.24kitchen.nl (em neerlandês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  7. «Ons verhaal - Knol's Koek, iets aparts» (em neerlandês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  8. www.meesterbakker.nl, Meesterbakker-. «Kandijkoek | Meesterbakker». voskamp.meesterbakker.nl (em neerlandês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  9. Brouwer, Jelle Hindrik, 1900 (1958). Encyclopedie van Friesland. Amsterdam: Elsevier. OCLC 5086534 
  10. «Friesland». www.bakkerijwiki.nl. Nederlands BakkerijMuseum. Consultado em 21 de maio de 2020 
  11. «OUDE WIJVENKOEK | Knol's Koek, iets aparts» (em neerlandês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  12. Inostrate (19 de janeiro de 2018). «Oude wijvenkoek – bevat gluten». da's andere koek (em neerlandês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  13. a b «Venlose peperkoek». Citadel Venlo (em English). 19 de maio de 2012. Consultado em 21 de maio de 2020 
  14. «Venlose peperkoek». www.vers-inspiratie.nl. Vers Inspiratie. Consultado em 21 de maio de 2020