Abrir menu principal

Operação Leviatã

Operação Leviatã foi o nome dado à operação policial brasileira deflagrada pela Polícia Federal (PF) em 16 de fevereiro de 2017.[1] Trata-se de um desdobramento da Operação Lava Jato.[2]

Entre os alvos da operação estão os principais envolvidos em um esquema de repasse de valores ao filho do senador Edson Lobão e o ex-senador Luiz Otávio.[3] A investigação apura o pagamento de propina a dois partidos políticos, no percentual de um por cento sobre as obras civis da hidrelétrica de Belo Monte, por parte das empresas integrantes do consórcio de construção das obras.[4] Entre as acusações estão os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.[5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Serapião, Fabio; Bulla, Beatriz; Coutinho, Mateus (16 de fevereiro de 2017). «PF deflagra Leviatã, nova fase da Lava Jato no STF». Estadão. O Estado de São Paulo. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  2. «PF deflagra nova fase da Lava Jato em dois estados e no Distrito Federal». mais Goiás. 16 de fevereiro de 2017. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  3. «Operação da PF faz buscas e apreensões em investigação sobre Belo Monte». G1. Globo.com 
  4. Andreia Verdélio. «Operação Leviatã apura pagamento de propina nas obras da Usina de Belo Monte». Agência Brasil. EBC. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  5. «PF deflagra Leviatã, nova fase da Lava Jato no STF». IstoÉ. 16 de fevereiro de 2017. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 

Ligações externasEditar