Abrir menu principal

Operação Paperclip

Grupo de 104 cientistas em Fort Bliss, Texas.

Originalmente chamada de Operação Overcast, a Operação Paperclip foi o nome de código da operação realizada pelo serviço de inteligência militar dos Estados Unidos para cooptar e levar aos Estados Unidos cientistas especializados em foguetes (V-1, V-2), eletro-gravitação, armas químicas, e medicina da Alemanha com o colapso do governo nacional socialista após a Segunda Guerra Mundial.[1] Esses cientistas (dentre eles Wernher von Braun) e suas famílias foram secretamente levados para os Estados Unidos, com o conhecimento e aprovação do Departamento de Estado norte-americano.[2] Apesar deles não se qualificarem para um visto de entrada nos EUA, pois todos haviam servido a causa nazista durante a Segunda Guerra Mundial.[3][4]

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.