Abrir menu principal
Mosaico romano em opus tessellatum; séc III d.C.

Opus tessellatum é o termo em latim para a técnica comum de mosaico grego e romano realizada a partir de tesselas com dimensão superior a 4 mm. É distinta da opus vermiculatum, que usava tesselas mais pequenas, geralmente com 4 mm ou menos, e se destinava principalmente a pequenos painéis montados em oficina que depois eram transportados para o local. O opus tessellatum era usado para grandes áreas e realizado diretamente no local. As duas técnicas eram muitas vezes conjugadas, com pequenos painéis detalhados (denominados emblemata) no centro do desenho em opus vermiculatum, e o restante preenchido com desenhos em opus tessellatum.[1]

Referências

  1. Smith 1983, pp. 116-119.

BibliografiaEditar

  • Smith, D. J. (1983). «5». In: Martin Henig. A Handbook of Roman Art. [S.l.]: Phaidon. ISBN 0714822140 

Ver tambémEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Opus tessellatum