Abrir menu principal

Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém

(Redirecionado de Ordem dos Irmãos de Belém)

Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém
 
Ordo Fratrum Bethlemitarum


sigla
O.F.B.
Imagem: Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém
Emblema da Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém (Betlemitas)
Tipo: Ordem religiosa mendicante
Fundador (a): São Pedro de Betancur
Local e data da fundação: 1656
Aprovação: 2 de maio de 1667



Site oficial: http://www.hermanosdebelen.org/
Projeto Catolicismo · uso desta caixa

A Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém (Latim: Ordo Fratrum Bethlemitarum), (sigla O.F.B.), também chamados de Irmãos de Belém ou Betlemitas, é uma ordem religiosa católica mendicante fundada no ano de 1656 por São Pedro de Betancur. A ordem religiosa Betlemitas foi o primeiro a nascer nas Américas.

Índice

HistóriaEditar

 
São Pedro de Betancur, fundador da Ordem.

A Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém foi fundada na Guatemala em 1658 pelo terciário franciscano natural das Ilhas Canárias São Pedro de San José de Betancur (1619-1667) como uma irmandade para a evangelização dos índios, de assistência aos pobres e às crianças doentes e abandonadas.

A Coroa espanhola aprovou a fundação no dia 2 de Maio de 1667 permitindo que os membros construíssem o Antigo Hospital de Nossa Senhora de Belém.

Sob a liderança do irmão Frei António da Cruz, que sucedeu a São Pedro de Betancur como superior geral da fraternidade, os Irmãos Betlemitas transformaram-se em religiosos mendicantes de votos solenes submetidos à Regra de Santo Agostinho[1][2] (embora seu fundador fosse um franciscano) e, pouco depois, a fraternidade foi aprovada pelo Papa Inocêncio XI enquanto ordem religiosa com a bula pontifícia a 26 de Março de 1687 e reiterada pelo Papa Clemente XI a 3 de Abril de 1710.

Renascimento da OrdemEditar

 
Retrato das Irmãs Betlemitas (anos 40).

Desaparecida em 1820, a espiritualidade da Ordem dos Irmãos de Belém foi resgatada pela madre superiora Beata Encarnación Rosal (1815-1886) que, em 1861, fundou o ramo feminino da ordem sob o nome de Instituto das Irmãs Betlemitas Filhas do Sagrado Coração de Jesus. Por seu lado, o ramo masculino foi restaurado em 1984 pelo próprio Papa João Paulo II que, em 2002, canonizou o fundador da Ordem.

A 31 de Janeiro de 2005, a Ordem dos Irmãos de Nossa Senhora de Belém contava com tinha sete religiosos e dois conventos.

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar