Ordens Sufis no Islã

livro de Mateus Soares de Azevedo

Ordens Sufis no Islã: Iniciação às confrarias esotéricas muçulmanas no Irã xiita e no mundo sunita (São Paulo, Polar Editorial, 2020. ISBN 978-85- 86775-41-3) é um livro de autoria do islamólogo brasileiro Mateus Soares de Azevedo.

Constitui trabalho pioneiro em língua portuguesa, sendo o primeiro livro sobre a história, as doutrinas e os métodos espirituais praticados pelas confrarias místicas muçulmanas publicado no Brasil.

As Ordens Sufis estão no cerne do que há de mais relevante no mundo islâmico, do pensamento às artes, da arquitetura à mística, dos costumes ao vestuário e mesmo à política e aos movimentos sociais. Se o leitor deseja entender a visão de mundo do Islã, suas crenças fundamentais, sua cultura e os desafios que ela coloca para o Ocidente contemporâneo, então é imperativo compreender a natureza e o papel das Ordens Sufis.

Com Prefácio do autor britânico William Stoddart, o livro expõe e explica os seguintes tópicos:

- O impacto das Ordens Sufis na história - Seus métodos, doutrinas e rituais - O advento do Islã na Pérsia e o Sufismo no Irã hoje - O enfrentamento pacífico do fundamentalismo, do jihadismo e do secularismo pelas Ordens Sufis - Influência nas artes e na arquitetura - Paralelos entre as Confrarias Sufis e as ordens religiosas católicas - São Francisco de Assis e o Islã - A difusão da mística islâmica no Ocidente contemporâneo - René Guénon, Frithjof Schuon e o Sufismo

O livro foi avaliado da seguinte forma por Clinton Minnaar, autor e editor sul-africano: “Guia útil e envolvente, pleno de informações autorizadas e interessantes sobre as doutrinas e os métodos das várias confrarias; esta é uma introdução altamente recomendada ao tema." [1].

Joseph Fitzgerald, ensaísta norte-americano, autor e editor de diversas obras, avaliou Ordens Sufis no Islã como “fruto de anos de pesquisa e contatos com as melhores fontes, tanto no Ocidente como no mundo muçulmano, o livro lança luz sobre o Islã, o Sufismo e o mundo muçulmano”.

Pesquisa histórica e doutrinal abrangente, a obra oferece relato convincente das ideias, práticas, história e influência das Ordens Sufis.

Entre os méritos da obra estão o duplo pioneirismo, primeiramente por dedicar todo um volume às Ordens Sufis, e em seguida por abordar a dimensão contemplativa e mística do Islã tradicional a partir da perspectiva da Filosofia Perene.

Referências