Pycnoporus sanguineus

(Redirecionado de Orelha-de-pau)


Como ler uma infocaixa de taxonomiaUrupê
P. sanguineus em um tronco de árvore apodrecido. Rio Grande, RS, Brasil.
P. sanguineus em um tronco de árvore apodrecido. Rio Grande, RS, Brasil.
Classificação científica
Reino: Fungi
Filo: Basidiomycota
Classe: Agaricomycetes
Ordem: Polyporales
Família: Polyporaceae
Género: Pycnoporus
Espécie: P. sanguineus
Nome binomial
Pycnoporus sanguineus
(L.) Murrill, (1904)

Urupê (Pycnoporus sanguineus), também conhecido como orelha de pau, é um fungo que costuma crescer sobre troncos de árvores.[1] Foi descoberto na Ilha Guana, nas Ilhas Virgens Britânicas.[2] Ganhou este nome por ser muito parecido com uma orelha e com um pedaço de madeira. Este fungo é um decompositor da cadeia alimentar, se alimentando de matéria morta, podendo ser um grande indicador do estado físico da árvore. Quando encontrado em um tronco, indica, na maioria das vezes, que a árvore está comprometida. A parte externa deste fungo é denominada "corpo de frutificação", o fungo verdadeiro fica localizado no interior do tronco. É possível localizar este fungo mais comumente em áreas tropicais.

P. sanguineus é endêmico do Brasil e pode ser encontrado nos seguintes estados: Região Norte (Acre, Amazonas, Amapá, Pará e Rondônia), Região Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte), Região Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul e Mato Grosso), Região Sudeste (Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo), Região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina).[3]

Referências

  1. Murrill (1904), In: Bull. Torrey bot. Club 31(8):421
  2. .«Pycnoporus sanguineus». www.cortland.edu. Consultado em 28 de setembro de 2015 
  3. «Polpyporales». Flora do Brasil 2020 em construção. Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.