Orgulho crítico

Orgulho crítico é o nome de várias manifestações de protesto de pessoas LGBTI realizadas em diferentes cidades espanholas, alternativas aos orgulhos oficiais, que se consideram despolitizados e institucionalizados.[1][2][3][4][5][6]

Logotipo do Orgulho Crítico de Madrid de 2017.

O movimento reclama a não mercantilização e a politização do Orgulho, assim como uma forte crítica do capitalismo rosa, a gentrificação, a homonormatividade, o pinkwashing ou o homonacionalismo.[7][8]

O orgulho crítico começou a organizar-se em 2006 em Madrid como uma manifestação alternativa ao Orgulho de Madrid, reivindicando a data de 28 de junho para lembrar o espírito de luta de Stonewall com uma perspetiva anticapitalista, transfeminista, antirracista e anticapacitista.[9][10]


Ver tambémEditar

Referências