Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro

A OSTNCS apresenta-se na Fifa Fan Fest, Taguatinga, DF, 2014 (foto: Júnior Marques/ComCopa).
Orquestra Sinfônica de Brasília no Teatro Martins Pena, sob a regência do maestro Levino de Alcântara, 1968.Imagem do Fundo Documental Agência Nacional.

Oficialmente fundada no início de 1980 no Teatro Nacional de Brasília, o concerto de abertura da Sala Villa-Lobos aconteceu na terça-feira, 6 de maio de 1979, sob a regência do maestro Claudio Santoro e colaboração do maestro Levino Ferreira de Alcântara, com um programa dedicado ao compositor Heitor Villa-Lobos.

Após o falecimento do maestro Santoro, em 1989, o teatro foi renomeado em homenagem ao grande compositor brasileiro, e a orquestra passou a ser denominada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS).

Histórico dos regentes titularesEditar

Os maestros titulares, em ordem histórica, foram:

Regeram a OSTNCS expoentes musicais como Eleazar de Carvalho, Enrique Batiz, Eugene Kohne, Isaac Karabtchevsky, John Neschling, Adriano Machado, Mats Liljefors, Miguel Graça Moura, Osvaldo Colarusso, Roberto Tibiriçá, Jorge Antunes, Rudolfo Bonucci, João Carlos Martins dentre vários outros.

DiscografiaEditar

  • Os Imigrantes e a Música - Dia da Cultura 2000
  • Sinfonias Brasil 500 Anos -

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.