Abrir menu principal
Orquestra Voadora
Informação geral
Origem Rio de Janeiro, Rio de Janeiro RJ
País  Brasil
Gênero(s) marchinhas de carnaval, samba, rock, MPB, pop, etc
Período em atividade 2008 – atualmente
Integrantes Trompetes: Daniel Paiva, Sérgio Genovencio, Tiago Rodrigues e Vicente Quintela

Trombone: Carlos Molina, Leonardo Campos, Marco Serragrande e Márcio Sobrosa

Sax Barítono: André Ramos, Tuba, Tim Malik

Percussão: André Fioroti, Hugo Prazeres, Lula Mattos, Marcelo Azevedo e Pedro Araújo

Orquestra Voadora é uma banda musical brasileira, formada no Rio de Janeiro em 2008[1].

Índice

HistóricoEditar

O grupo foi formado por músicos que se apresentavam em diversos blocos carnavalescos do Rio de Janeiro. Decididos a inovar no repertório, passaram a misturar as tradicionais marchinhas com sambas, rock'n roll, trilhas sonoras de filmes e desenhos animados e música pop em geral.

O Bloco da Orquestra Voadora desfila desde 2008, sempre no Aterro do Flamengo, encerrando a sua apresentação no jardim do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Com o sucesso dos desfiles, a banda passou a se apresentar também fora do período de carnaval, com shows em casas noturnas do Rio de Janeiro e de outras cidades do Brasil, além de se apresentar na em Portugal, na França, Espanha, Inglaterra, Bélgica e Colômbia[2].

Em 2013, foi lançado o primeiro álbum, Ferro Velho. O disco foi produzido por Tim Malik e André Ramos[3].

No mesmo ano, o grupo iniciou sua oficina de metais e percussão, que acontece semanalmente no Circo Voador, com o intuito de preparar novos músicos para o bloco de carnaval e propagar a ideia da banda de ocupação e intervenções no espaço urbano, tema sempre premente nas apresentações de rua da banda.[4]

A oficina serviu como fomento para a formação de novas bandas (que juntas compõem o "movimento neofanfarrístico carioca", do qual fazem parte bandas como Siderais, Damas de Ferro, Ataque Brasil e Fanfarra Black Clube) e o surgimento da Cracudagem (reunião de músicos e estudantes de música com objetivo de tocar na rua em reuniões marcadas pela espontaneidade e improviso).

DiscografiaEditar

Referências

Ligações externasEditar