Ortografia do esperanto

Portal A Wikipédia tem o portal:


A ortografia do esperanto se caracteriza por cada letra corresponder a um fonema, e cada som ser representado por uma letra.

Isso facilita a leitura e a escrita, pois, obviamente, pode-se escrever corretamente uma palavra usando a memória auditiva, e pronunciá-la corretamente sem ter que lidar com exceções e irregularidades; o que é muito desejável para uma ortografia.

Esperanto flag
Tópico sobre esperanto
Esse artigo faz parte da série em desenvolvimento Esperanto-Gramática
Gramática
Esperanto | Gramática | Alfabeto | Ortografia | Vocabulário | Correlativos | Preposições | Conjunções | Afixos
História
História | Zamenhof | Esperanto Arcaico | "Unua Libro" | Declaração de Boulogne | "Fundamento" | Manifesto de Praga
Cultura
Cultura | Esperantujo | Cinema | Internacia Televido | La Espero | Bibliotecas | Literatura | Falantes nativos | Cultura pop | Publicações | Símbolos | Dia de Zamenhof
Organizações e serviços
Amikeca Reto | Akademio de Esperanto | Kurso de Esperanto | Pasporta Servo | TEJO | UEA
Críticas
Esperantido | Valor propedêutico | Reformas | Esperanto X Ido | Interlingua | Novial
Wikimedia
Portal | Vikipedio | Vikivortaro | Vikicitaro | Vikifonto | Vikilibroj | Vikikomunejo | Vikispecoj
editar

AlfabetoEditar

O alfabeto do esperanto é composto de 28 letras baseado no alfabeto latino, vinte e duas das quais são idênticas às do português; apenas q, w, x e y foram omitidas. Existem também seis letras com diacríticos: ĉ, ĝ, ĥ, ĵ, ŝ, e ŭ (que são c, g, h, j, e s circunflexo, e u breve).

O esperanto tem as seguintes letras:


Esperanta alfabeto
A B C Ĉ D E F
G Ĝ H Ĥ I J Ĵ
K L M N O P R
S Ŝ T U Ŭ V Z

(Maiúsculas)

Esperanta alfabeto
a b c ĉ d e f
g ĝ h ĥ i j ĵ
k l m n o p r
s ŝ t u ŭ v z

(Minúsculas)

PronúnciaEditar

Cada letra representa um fonema, e vice-versa. As vogais não são nasalizadas em momento algum.

A pronúncia das letras é a mesma que aquela do português para as seguintes letras: B, F, K, P, U, V, Z. Às demais letras há os seguintes sons:

  • A: deve-se pronunciar abertamente, nunca nasalizado, mesmo seguido de m ou n. Exemplo: a palavra "amo" (amor) pronuncia-se como á-mo, não como ãmo. "Esperanto" pronuncia-se: Es-pe-rá-nn-to, não como Es-pe-rãn-to.
  • C: pronuncia-se como "ts". exemplo: "paco" (paz) se pronuncia: patso/patço.
  • D: com as vogais a, e, o, u, não há problemas, mas os brasileiros devem tomar cuidado ao pronunciar "di", pois não se deve pronunciar como "dji", e sim como o "di" pronunciado em Portugal ou no Rio Grande do Norte.
  • E: não é aberto como em "é"; prefere-se o som fechado como "ê", mas segundo Zamenhof, o som deve ser médio.
  • G: é sempre como em "guerra", "gato", "gosto", e nunca como em "gente" (para esse som, usa-se Ĵ).
  • H: é sempre aspirado levemente, como na palavra inglesa "house".
  • J e I: j é um "i" semivogal. Exemplo: "kaj" (que significa a conjunção "e") se pronuncia "kai"; a letra esperantista "I" equivale ao "i" português: a palavra "balai" se pronuncia "ba-la-i", um hiato, e não um ditongo.
  • L: Nalgumas regiões brasileiras às vezes sofre leniência e pronuncia-se como [w], ex: "papel", enquanto noutras e em Portugal, como [ł]. Já em esperanto, pronuncia-se sempre como [l].
  • M e N: não nasalizam as vogais, ao pronunciar o M, deve-se falar o som da vogal, e fechar a boca bruscamente, para o n deve-se pronunciar a vogal e levar a língua até a parte interior dos dentes superiores. M e N soam diferente entre si mesmo ao fim das palavras: Kiam (quando) é diferente de Kian (kia + acusativo).
  • O: assim como o E e o A, deve ser pronunciado de uma única forma (não alternar entre "ô" e "ó"). Portanto, é costume ensinar que a pronúncia é sempre "ô" no Brasil.
  • R: é sempre dental, nunca gutural, ou seja: deve-se pronunciar "tremido"; para isso, deve-se levar a ponta da língua até a parte interior dos dentes superiores e com um sopro de ar vibrá-la, tanto antes como depois de vogal, ou em dígrafos como pr, br, kr, etc. "Brazilo" se pronuncia exatamente como um falante de português leria. Deve-se tomar cuidado para não estender ou encurtar essa vibração - ela deve ser média.
  • S: sempre como "ç/ss", mesmo no fim das sílabas, nunca como "z".
  • T: em "ti" nunca pronunciar "tchi", como é costume na maior parte do Brasil.
  • Letras especiais do esperanto:
    • Ĉ: pronuncia-se como "TCH" na palavra "tchau" ou em "tcheco" ou, ainda, em "atchim!".
    • Ĝ: pronuncia-se como "DJ" como na palavra inglesa "John", ou como na palavra "aDJetivo", em português mesmo.
    • Ĥ: um h fortemente aspirado, é uma fricativa velar surda, pouco usado no esperanto, tendendo a ser substituído por K. A diferença entre o H e o Ĥ é que o ponto de articulação do Ĥ é o mesmo do K, enquanto que o H assemelha-se mais a um suspiro.
    • Ĵ: igual ao J do português.
    • Ŝ: pronuncia-se como "CH" na palavra "chave", por exemplo.
    • Ŭ: um "u" semivogal, "Eŭropo" (Europa) se pronuncia: Eu-ro-po, se escrevermos Europo, ler-se-ia: E-u-ro-po.


Tabela resumida de pronúncia:

Minúsculas Maiúsculas Pronúncia AFI Pronúncia SAMPA Exemplos
a A /a/ /a/ árvore
b B /b/ /b/ bola
c C /ts/ /ts/ tsunami
ĉ Ĉ /tʃ/ /tS/ atchim
d D /d/ /d/ damasco
e E /e/ ou /ɛ/ /e/ ou /E/ português
f F /f/ /f/ filho
g G /g/ /g/ gato
ĝ Ĝ /dʒ/ /dZ/ adjectivo
h H /h/ /h/ home (do inglês)
ĥ Ĥ /x/ /x/ jueves (do espanhol)
i I /i/ /i/ ideia
j J /j/ /j/ comboio
ĵ Ĵ /ʒ/ /Z/ João
k K /k/ /k/ casa
l L /l/ /l/ leão
m M /m/ /m/ amor
n N /n/ /n/ nuvem
o O /o/ /o/ ovo
p P /p/ /p/ pátria
r R /r/ ou /ʁ/ /r/ ou /R/ cores
s S /s/ /s/ sapo
ŝ Ŝ /ʃ/ /S/ xá
t T /t/ /t/ todos
u U /u/ /u/ uva
ŭ Ŭ /w/ /w/ Europa
v V /v/ /v/ vale
z Z /z/ /z/ zangão


O Sistema XEditar

Historicamente era comum estarmos em situações onde não é possível escrever as letras ĉ, ĝ, ĥ, ĵ, ŝ, ŭ, por falta de tipografia adequada. Era habitual substituir, então, as letras especiais por cx, gx, hx, jx, sx, e ux. Exemplos:

  • serĉi → sercxi
  • manĝi → mangxi
  • ĥirurgio → hxirurgio
  • ĵurnalo → jxurnalo
  • ŝuo → sxuo
  • malgraŭ → malgraux

Obviamente é desejável usar a tipografia original do esperanto, por ser muito mais fácil de ler e compreender.

O Sistema HEditar

O sistema h funciona do mesmo modo, e nas mesmas circunstâncias que o sistema x, mas usando o h. Esse sistema foi proposto pelo próprio Zamenhof (incluído no Unua Libro), e era o mais popular no começo da história e difusão do esperanto. Mais tarde observou-se é o maior uso do sistema x. Exemplos:

  • serĉi → serchi
  • manĝi → manghi
  • ĥirurgio → hhirurgio
  • ĵurnalo → jhurnalo
  • ŝuo → shuo
  • malgraŭ → malgrau

Um detalhe do sistema h é a não substituição do caractere ŭ por uh, tanto por questões estéticas, quanto por questões de ambiguidade.

UnicodeEditar

O sistema Unicode resolveu, os problemas com o uso da tipografia do esperanto. Em unicode, cada símbolo recebe um número que o representa, esse número não varia quanto a plataforma, software ou formato, mantendo assim a padronização desejada. O Unicode engloba uma grande quantidade de línguas, permitindo, por exemplo, escrever num mesmo texto letras do esperanto, do grego, do japonês e do português. Tal funcionalidade não era possível com a solução anterior, o Latin-3. A tabela dos códigos que representam os caracteres especiais do esperanto é:

Códigos Unicode (em decimal) das letras específicas do esperanto
Ĉ 264 ĉ 265
Ĝ 284 ĝ 285
Ĥ 292 ĥ 293
Ĵ 308 ĵ 309
Ŝ 348 ŝ 349
Ŭ 364 ŭ 365

LinuxEditar

Em sistemas Linux , as dificuldades de configuração dependem se a versão do seu aplicativo é mais nova ou velha. Isso acontece pelo fato de que em sistemas antigos pode ser necessário habilitar o Unicode definindo o locale poro UTF-8. Existe disponível um local especial eo.XX.UTF-8 na página de Bertil Wennergren, junto com uma explicação de como habilitar ambos em sistemas Linux.

Se o sistema Linux é recente, ou está atualizado, então é provável que o sistema já esteja preparado para trabalhar com telado em Esperanto. Para o X11 e KDE, é só necessário mudar para um layout que tenha dead keys latinas (o ABNT já as possui por padrão).

Mapeamento padrão X11 para teclas em Esperanto
Tecla / Layout US International ABNT2 Português (PT)
ĉ shift-6 c shift-~ c shift-~ c
Ĉ shift-6 shift-c shift-~ shift-c shift-~ shift-c
ĝ shift-6 g shift-~ g shift-~ g
Ĝ shift-6 shift-g shift-~ shift-g shift-~ shift-g
ĥ shift-6 h shift-~ h shift-~ h
Ĥ shift-6 shift-h shift-~ shift-h shift-~ shift-h
ĵ shift-6 j shift-~ j shift-~ j
Ĵ shift-6 shift-j shift-~ shift-j shift-~ shift-j
ŝ shift-6 s shift-~ s shift-~ s
Ŝ shift-6 shift-s shift-~ shift-s shift-~ shift-s
ŭ altgr-shift-9 u shift-~ u altgr-shift-~ u
Ŭ altgr-shift-9 shift-u shift-~ u altgr-shift-~ shift+u