Os Sete Príncipes do Inferno

Expressão

Os Sete Príncipes do Inferno é uma expressão popularizada que indica ao resumo feito pelo teólogo e bispo alemão Peter Binsfeld, no Século XVI, no qual ele associou um demônio específico a um Pecado capital. [1]

Os sete príncipes do inferno então seriam, segundo Binsfeld:

  1. Asmodeus associado à Luxúria,
  2. Azazel à ira,
  3. Belphegor à Preguiça,
  4. Belzebu à Gula,
  5. Leviatã à Inveja,
  6. Lúcifer à Soberba,
  7. Mammon à Ganância.

Referências

  1. Claudia de Castro e Lima (4 de julho de 2018). «Quais são os sete líderes do Inferno, segundo a demonologia?». Revista Super Interessante. Consultado em 15 de novembro de 2018 
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.