Oskar Dirlewanger

Oskar Dirlewanger (26 de Setembro de 1895 Würzburg - 5 de Junho de 1945 Altshausen) foi um oficial da Schutzstaffel (SS) durante a Segunda Guerra Mundial. Comandou a unidade SS-Sturmbrigade Dirlewanger que encobria os crimes cometidos pelos nazistas na Alemanha.[1]

Oskar Dirlewanger
Nascimento 26 de setembro de 1895
Würzburg, Império Alemão
Morte 5 de junho de 1945 (49 anos)
Altshausen, Alemanha
Nacionalidade Alemão
Serviço militar
Lealdade  Império Alemão
 Alemanha Nazista
Serviço Flag of the Schutzstaffel.svg Waffen-SS
Comando 36ª Divisão Waffen Grenadier da SS
Conflitos Primeira Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial

Início de vida

Oskar Dirlewanger foi um oficial de infantaria na I Guerra Mundial e ganhou o Cruz de Ferro de segunda classe e a Cruz de Ferro de primeira classe. Seu serviço militar era visto como exemplar pelas autoridades alemãs, e era conhecido por sua considerável bravura em batalha (por ter sido ferido mais de dez vezes) e que sempre conduzia suas tropas na frente. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele ganhou uma série de medalhas adicionais, incluindo a Cruz Ferro 2 ª Classe, a Cruz dos Balcãs, e da Cruz Alemã em Ouro. Ele foi premiado com a Cruz de Cavaleiro em 1944.

Após o término da I Guerra Mundial, ele se juntou a diferentes milícias de voluntários Freikorps e lutou em Ruhr; Saxónia e Silésia. Entre a sua atividade militante, ele estudou na universidade de Frankfurt e atingiu um PhD em ciência política em 1922. No ano seguinte, ingressou no NSDAP, mas acabou por ser expulso. Ele voltou anos depois e recebeu o numero do partido # 1098716 e, posteriormente,o da SS # 357267.

[2]

Referências

  1. «Oskar Dirlewanger» (em inglês). The dark Paladin. Consultado em 10 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 23 de novembro de 2010 
  2. «A Vida no Front». avidanofront.blogspot.com. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  Este artigo sobre Segunda Guerra Mundial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.