Otto Klemperer (Breslau, então Reino da Prússia, 14 de maio de 1885 - Zurique, 6 de julho de 1973) foi um maestro e compositor alemão, considerado um dos mais importantes maestros do século XX.[1]

Otto Klemperer
Otto Klemperer
Nascimento 14 de maio de 1885
Breslávia
Morte 6 de julho de 1973 (88 anos)
Zurique
Sepultamento Israelite Cemetery Upper Frisian Mountain
Cidadania Alemanha, Israel
Cônjuge Johanna Geisler
Filho(a)(s) Werner Klemperer, Lotte Klemperer
Alma mater
  • Universidade das Artes de Berlim
  • Conservatório Hoch
  • Klindworth-Scharwenka Conservatory
  • conservatório Stern
Ocupação maestro, compositor
Prêmios
  • Ordem do Mérito para as Artes e Ciência
  • Grã-cruz do Mérito com Estrela da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha
  • Medalha Goethe de Arte e Ciência (1933, 1932)
  • Pour le Mérite

Discografia editar

Klemperer realizou inúmeras gravações, muitas das quais se tornaram clássicas. Dentre essas, destacam-se:

A última gravação de Klemperer foi a da Serenata em Mi, K 375, de Mozart, feita em setembro de 1971. Essa foi a última vez em que ele regeu uma orquestra.

Referências

  1. Keller, Hans; Cosman, (1957). «Otto Klemperer». Musical Sketchbook Cassirer ed. Oxford: [s.n.] 

Bibliografia editar

  • Heyworth, Peter (1996). Otto Klemperer: His Life and Times. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0521565383 
  • Holden, Raymond (2005). The Virtuoso Conductors: The Central European Tradition from Wagner to Karajan. New Haven, CT: Yale University Press. ISBN 0300093268 
  • Cosman, Milein (1957). Musical Sketchbook. Oxford: Bruno Cassirer. OCLC 3225493 

Ligações externas editar