Abrir menu principal

Ottone Rosai (Florença, 28 de abril de 1895Ivrea, 13 de maio de 1957) foi um pintor italiano, adscrito ao expressionismo.

Estudou na Academia de Belas Artes de Florença, recebendo a influência de Camille Corot, Courbet, Daumier e Cézanne. Em 1913, por mediação de Ardengo Soffici, aproximou-se ao futurismo, mas passada a Primeira Guerra Mundial adscreveu-se ao expressionismo.

A sua obra desenvolveu-se num certo estilo primitivista e arcaizante, inspirado em Massacio, com uma temática baseada nos bairros operários de Florença, descritos com certa visão metafísica (Partida de bisca, 1920; Via Toscanella, 1922). Empregou fortes chiaroscuros, com personagens de tipo geométrico e aspecto lenhoso, com certo ar caricaturesco, envolvidos num ambiente um tanto abstrato. Este ar de abstração, de atmósferas aboiantes, intensificou-se após a Segunda Guerra Mundial (No café, 1946).

BibliografiaEditar

  • AA. VV. (1991). Enciclopedia del Arte Garzanti. [S.l.]: Ediciones B, Madrid. ISBN 84-406-2261-9 

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em castelhano, cujo título é «Ottone Rosai».