Abrir menu principal

Our Dancing Daughters

filme de 1928 dirigido por Harry Beaumont
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Our Dancing Daughters
Meninas da Moda[carece de fontes?] (PRT)
Garotas Modernas[1] (BRA)
 Estados Unidos
1928 •  p&b •  85 min 
Direção Harry Beaumont
Produção Hunt Stromberg
(Não creditado)
Roteiro Josephine Lovett
Marian Ainslee
Ruth Cummings
Elenco Joan Crawford
Johnny Mack Brown
Nils Asther
Gênero drama
Música William Axt
Direção de fotografia George Barnes
Edição William Hamilton
Companhia(s) produtora(s) MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 1 de setembro de 1928
Portugal 23 de junho de 1930
Idioma inglês

Our Dancing Daughters (Garotas Modernas BRA ou Meninas da Moda PRT) é um filme norte-americano de 1928, do gênero drama, dirigido por Harry Beaumont e estrelado por Joan Crawford e Johnny Mack Brown.

Notas sobre a produçãoEditar

Filme mudo com música sincronizada (e até trechos de diálogos fora de cena),[2] Our Dancing Daughters é uma das melhores produções da assim chamada Era do Jazz.[2] "As mulheres cortavam os cabelos mais curtos, misturavam drinques mais fortes, trocavam seus companheiros de cama mais rapidamente -- e milhões de espectadores corriam para ver como elas faziam isso".[3]

Sem o benefício do som, o filme procura transmitir a efervescência dos Roaring Twenties com inserções da arquitetura art déco e uma emocionada interpretação de Joan Crawford,[4] "a melindrosa mais selvagem de todos os tempos".[5]

Our Dancing Ladies transformou a atriz em estrela de primeira grandeza;[3][5] o crítico e historiador Ken Wlaschin coloca-o entre os onze melhores de sua carreira.[5] O filme também deu um impulso considerável à carreira de Johnny Mack Brown, ao mostrar que o futuro cowboy das telas podia ser uma opção viável como par romântico.[6]

SinopseEditar

 
Anita Page em foto publicada na revista Photoplay em 1930. Anita Page foi uma das mais famosas atrizes de Hollywood, entre os derradeiros anos da era muda e os primeiros do cinema sonoro. Ela é mais lembrada por estrelar The Broadway Melody, o primeiro filme sonoro a ser premiado com o Oscar de Melhor Filme.[7]

Diana Medford, apesar de um estilo de vida hedonístico, é uma jovem de bons princípios. Ela deseja casar-se com o milionário Ben Blaine, porém é enganada por sua falsa amiga Ann, que acaba por desposar o moço. Mas Ann encontra um destino trágico ao embebedar-se durante uma festa. Melhor para Diana...[4]

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Fotografia
Indicado
Indicado

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Joan Crawford Diana Medford
Johnny Mack Brown Ben Blaine
Nils Asther Norman
Dorothy Sebastian Beatrice
Anita Page Ann
Kathlyn Williams Mãe de Ann
Edward J. Nugent Freddie
Dorothy Cumming Mãe de Diana
Huntley Gordon Pai de Diana
Evelyn Hall Mãe de Freddie
Sam De Grasse Pai de Freddie

Referências

  1. Cinearte (BR), 29/1/1929, p. 29
  2. a b Maltin, Leonard (2010). Classic Movie Guide, segunda edição (em inglês). Nova Iorque: Plume. ISBN 9780452295773 
  3. a b Eames, John Douglas (1982). The MGM Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 0904230147 
  4. a b Erickson, Hal. «Our Dancing Daughters». AllMovie. Consultado em 25 de abril de 2016 
  5. a b c Wlaschin, Ken (1985). The World's Great Movie Stars and Their Films (em inglês). Londres: Peerage Books. ISBN 1850520046 
  6. Rainey, Buck (1987). Heroes of the Range (em inglês). Waynesville: The World of Yesterday. ISBN 9780936505039 
  7. «Garotas Modernas». IMDB. Consultado em 25 de janeiro de 2016 

BibliografiaEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar