Pássaro da Manhã (peça teatral)

Pássaro da Manhã
Autor(es) Miguel M. Abrahão
Idioma português
País Brasil
Editora Ed. Agbook
Lançamento 2009

Pássaro da Manhã é uma peça teatral em um ato escrita por Miguel M. Abrahão em 1978, encenada várias vezes em território brasileiro e publicada em livro apenas em 2009 no Brasil.

SinopseEditar

Pássaro da Manhã mostra a trajetória de Tuca e Tom, dois adolescentes encerrados em algum lugar do universo, que filosofam sobre a vida, buscando de maneira desesperada uma esperança e uma identidade para a humanidade, a fim de salvá-la de uma triste condição. A peça, em um ato, repousa sobre a palavra, dramaticamente trabalhada. Trata-se de um texto dramático onde a conclusão nos remete a poesia e ao lirismo de uma época perdida. Constantemente representado por alunos de escolas públicas e particulares, bem como grupos teatrais de pequeno porte brasileiro. Em 1984, o personagem TOM rendeu o prêmio de Melhor Ator no Festival Salesiano de Teatro (São Paulo) a João Vitti (o eterno Xampu da novela Despedida de Solteiro da Rede Globo de televisão).

Referências

COUTINHO, Afrânio; SOUSA, J. Galante de. Enciclopédia de literatura brasileira. São Paulo: Global; Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, Academia Brasileira de Letras, 2001: 2v.

  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.