Périplo do Ponto Euxino (Arriano)

périplo ou guia marítimo do mar Negro

O périplo do Ponto Êuxino (em grego clássico: Περίπλους του Ευξείνου Πόντου) é um périplo ou guia marítimo detalhando os lugares que se encontram ao viajar pela costa do mar Negro. Foi escrito por Arriano de Nicomédia por volta de 130-131[1]

A província romana de Capadócia, na margem do mar Êuxino, da qual foi governador Arriano
Colônias gregas no mar Êuxino, cerca de seis séculos antes de Arriano

Está em forma de carta, do seu autor ao imperador Adriano em Roma, que concedia especial importância à pesquisa geográfica, e tinha visitado uma grande parte dos seus domínios. Contém um levantamento topográfico preciso das costas do Ponto (Mar Negro), de Trebizonda a Bizâncio, e foi escrito provavelmente enquanto Arriano celebrava o seu cargo como legado augusto propretor da Capadócia, um pouco antes do estouro da guerra contra os Alanos, ao mesmo tempo em que elaborou as suas instruções para a partida do exército romano contra os bárbaros, que se encontram num fragmento breve mas imperfeito, anexo ao Techne Taktika, escrito, como ele próprio diz, o ano vigésimo do reinado do imperador, e que contém, após uma breve resenha dos escritores antigos sobre o mesmo tema, uma descrição da ordem e disposição de um exército em geral.[2]

O seu objetivo era informar o imperador da "disposição da terra" e proporcionar informação necessária, como as distâncias entre as cidades e os locais que ofereciam porto seguro para os barcos numa tormenta na eventualidade de que Adriano tivesse de montar uma expedição militar à região.[3]

O Périplo contém, segundo a expressão epigramática de Gibbon no seu capítulo 42, "tudo o que o governador do Ponto tinha visto de Trebizonda a Dioscúrias; tudo o que ouvira falar, de Dioscúrias ao Danúbio, e tudo o que sabia, do Danúbio até Trebizonda".[4] Assim, enquanto Arriano dá muita informação sobre o lado sul e o leste do Ponto, ao abordar na sua descrição a costa setentrional os intervalos entre lugares são maiores e atende menos às suas medidas.[5]

Referências

  1. «Arriano». The New International Encyclopædia. II. Nova Iorque: Dodd, Mead and Company. 1902. 44 páginas 
  2. Rose, Hugh James; Rose, Henry John; Wright, Thomas (1848), A New General Biographical Dictionary, London: B. Fellowes  Parâmetro desconhecido |pagens= ignorado (ajuda)
  3. Milhar, Fergus; ed. por Hannah M. Cotton e Guy M. Rogers (2004), Rome, the Greek World, and the East vol. 2 : Studies in the history of Greece and Rome, ISBN 0807855200, Chapel Hill: University of North Carolina Press  Parâmetro desconhecido |pagens= ignorado (ajuda)
  4. Gibbon, Edward, The History of the Decline and Fall of the Roman Empire 
  5. Smith, William (1854), A Dictionary of Greek and Roman Geography, ISBN 9781845110017, London: Walton and Maberly 
  • Rennell, James (1831), «An Examination of Arrian's Periplus of the Euxine Sea», London: Impresso para C.J.G. & F. Rivington, A Treatise on the Comparative Geography of Western Asia, Accompanied with an Atlas of Maps  Parâmetro desconhecido |pagens= ignorado (ajuda)

Ligações externasEditar

 
A Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Périplo do Ponto Euxino (Arriano)