Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pós-disco
Origens estilísticas Disco, dub, eletrônica, P-Funk, soul, rhythm and blues
Contexto cultural Final dos anos 1970 - meados dos anos 1980; Nova York, Miami, Montreal, Londres, Los Angeles
Instrumentos típicos Sintetizadores, caixa de ritmos, sequenciadores, vocais, teclados, baixo elétrico, guitarras, bateria
Formas derivadas Electropop, dance-pop, house music, breakbeat, techno, trance
Subgêneros
Italo-disco, dance-rock, synth-funk, boogie, dance alternativo
Outros tópicos
New wave, Hi-NRG

Pós-disco descreve um rescaldo na história da música popular entre 1979 e 1987, mas de maneira imprecisa começando com uma reação sem precedentes contra a música disco nos Estados Unidos, levando a agitação civil e um motim em Chicago conhecido como o Disco Demolition Night em 12 de julho de 1979 e indistintamente terminando com a aparição da house music no mainstream no final de 1980.[1] A Disco Music, durante a sua fase terminal, exibia um caráter cada vez mais eletrônico que logo serviu como um trampolim para a new wave, hip-hop, euro disco, e foi sucedida nos clubs por um tipo de música underground chamado hi-NRG que era sua continuação direta.

Referências

  1. Reynolds, Simon (2009) Grunge's Long Shadow - In praise of "in-between" periods in pop history (Slate, MUSIC BOX). Retrieved on 2-2-2009"


  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.