Abrir menu principal

Públio Élio Lígure

Públio Élio Lígure
Cônsul da República Romana
Consulado 172 a.C.

Públio Élio Lígure (em latim: Publius Aelius Ligus) foi um político da gente Élia da República Romana eleito cônsul em 172 a.C. com Caio Popílio Lenas.

Consulado (172 a.C.)Editar

É provável que tenha sido pretor em 175 a.C. e foi eleito cônsul em 172 a.C. com Caio Popílio Lenas, tendo, possivelmente, a Ligúria como província consular,[1] o que lhe valeu o cognome. Outro ponto notável de seu consulado foi o fato de que os dois eram plebeus,[2] a primeira vez que isto ocorreu. Seu mandato foi inteiramente marcado pela luta contra o Senado, que teve uma resolução bloqueada por seu colega e que repreendia o comportamento de seu irmão, o cônsul do ano anterior, Marco Popílio Lenas, na Ligúria.

Anos finaisEditar

Em 167 a.C, foi um dos cinco enviados até a Ilíria para acordar com o pretor Lúcio Anício Galo as condições de paz com os ilírios.[3]

Um de seus descendentes foi Élio Lígure, tribuno em 58 a.C., que, com Públio Clódio Pulcro, era adversário de Cícero.

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

Fontes primáriasEditar

Fontes secundáriasEditar