Públio Calpúrnio Mácer Cáulio Rufo

Públio Calpúrnio Mácer Cáulio Rufo (em latim: Publius Calpurnius Macer Caulius Rufus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de novembro a dezembro de 103 com um certo Ânio Mela[1]. Sua relação com a gente Calpúrnia é desconhecida: é possível que ele seja descendente de um liberto da família ou um cliente que ganhou a cidadania romana com a ajuda dela.

Públio Calpúrnio Mácer Cáulio Rufo
Cônsul do Império Romano
Consulado 103 d.C.

CarreiraEditar

Rufo conhecia Plínio, o Jovem, que o chamava de "Calpúrnio Mácer", e duas cartas recebidas dele ainda existem. Ambas tratam de assuntos triviais: uma curta nota sobre a vida de Plínio quando ele estava em suas terras[2] e a outra sobre uma fofoca local sobre o lago Como[3]. Mácer é mencionado numa carta do imperador Trajano a Plínio, também sobrevivente: em resposta a uma proposta de Plínio de drenar o lago Sophon (moderno lago Sapanca), Trajano orienta que ele faça um cuidadoso estudo da terra e sugere que ele peça a Calpúrnio Mácer um topógrafo[4].

É com base nesta carta do imperador que muitos especialistas identificam Calpúrnio Mácer como governador da Mésia Inferior; Werner Eck data seu mandato entre 110 e 113, lembrando que Mácer por ter sido o sucessor imediato do governador anterior, Lúcio Fábio Justo[5].

Nada mais se sabe sobre ele.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Lúcio Júlio Urso Serviano II

com Lúcio Licínio Sura II
com Lúcio Fábio Justo (suf.)
com Tito Dídio Segundo (suf.)
com Lúcio Publílio Celso (suf.)
com Lúcio Antônio Albo (suf.)
com Marco Júnio Hômulo (suf.)

Trajano V
103

com Mânio Labério Máximo II
com Quinto Glício Atílio Agrícola II (suf.)
com Públio Metílio Nepos (suf.)
com Quinto Bébio Mácer (suf.)
com Caio Trebônio Próculo Mécio Modesto (suf.)
com Públio Calpúrnio Mácer Cáulio Rufo (suf.)

Sucedido por:
'Sexto Ácio Suburano Emiliano II

com Marco Asínio Marcelo


Referências

  1. Fasti Ostienses, frag. Gd
  2. Plínio, o Jovem, Epístolas V.18
  3. Plínio, o Jovem, Epístolas VI.24
  4. Plínio, o Jovem, Epístolas X.42
  5. Werner Eck, "Jahres- und Provinzialfasten der senatorischen Statthalter von 69/70 bis 138/139", Chiron, 12 (1982), pp. 349-353