Abrir menu principal
Públio Júlio Lupo
Cônsul do Império Romano
Consulado 98 d.C.

Públio Júlio Lupo (em latim: Publius Iulius Lupus ) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de novembro a dezembro de 98 com Quinto Fúlvio Gilão Bício Próculo[1][2]. É conhecido por ter sido padrasto do imperador Antonino Pio. Provavelmente oriundo de Nemauso, como atesta uma inscrição encontrada na cidade[3].

Índice

FamíliaEditar

Lupo foi o segundo marido da mãe de Antonino Pio, Árria Fadila, filha de Cneu Árrio Antonino, cônsul sufecto em 69, e viúva de Tito Aurélio Fulvo, cônsul em 89 e pai do imperador. O casal teve uma filha, Júlia Fadila, meia-irmão de Antonino Pio.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Camrbidge: University Press, 2012), p. 466ss
  2. Anthony Birley, Mark Aurel, Monachii, 1977, p. 420.
  3. CIL XII, 3240

BibliografiaEditar