Públio Nônio Asprenas

Públio Nônio Asprenas Calpúrnio Serrano (em latim: Publius Nonius Asprenas Calpurnius Serranus; m. 24 de janeiro de 41), conhecido apenas como Públio Nônio Asprenas, foi um senador romano eleito cônsul em 38 com Marco Áquila Juliano[1][2]. Descendente da nobre família patrícia dos Nônios, era filho de Lúcio Nônio Asprenas, cônsul sufecto em 6, e irmão de Lúcio Nônio Asprenas, cônsul sufecto em 29. Públio Nônio Asprenas Césio Cassiano, cônsul sufecto entre 72 e 73 e procônsul da Ásia entre 86 e 87, era seu filho.

Públio Nônio Asprenas Calpúrnio Serrano
Cônsul do Império Romano
Consulado 38 d.C.
Morte 41 d.C.

Asprenas foi assassinado em 24 de janeiro de 41 pelos guarda-costas germânicos de Calígula durante o assassinato do imperador[3][4].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Cneu Acerrônio Próculo

com Caio Petrônio Pôncio Nigrino
com Calígula I (suf.)
com Cláudio I (suf.)
com Aulo Cecina Peto (suf.)
com Caio Canínio Rébilo (suf.)

Marco Áquila Juliano
38

com Públio Nônio Asprenas
com Sérvio Asínio Céler (suf.)
com Sexto Nônio Quintiliano (suf.)

Sucedido por:
'Calígula II

com Lúcio Aprônio Cesiano
com Quinto Sanquínio Máximo (suf.)
com Cneu Domício Córbulo (suf.)
com Aulo Dídio Galo (suf.)
com Cneu Domício Afer (suf.)


Referências

  1. Dião Cássio, História Romana LIX 9,1.
  2. CIL II 5, 732 = HEp . 6, 647 = AE 1994, 923, Cauche el Viejo (Espanha); CIL VI, 811, Roma (Itália); CIL VI, 2028 = CIL VI, 32344 = AE 1983, 95, Roma (Itália); CIL X, 6638, Âncio (Itália); CIL XI, 7269, Volsena (Itália); AE 1997, 1221b, Ottmanach (Áustria)
  3. Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas XIX 13
  4. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Calígula 58, 3.

BibliografiaEditar

  • E. Groag, "Nonius Asprenas 19", RE, vol. XVIII.1 Stuttgart, 1936, col. 873.