Abrir menu principal
Públio Nônio Asprenas Calpúrnio Serrano
Cônsul do Império Romano
Consulado 38 d.C.
Morte 41 d.C.

Públio Nônio Asprenas Calpúrnio Serrano (em latim: Publius Nonius Asprenas Calpurnius Serranus; m. 24 de janeiro de 41), conhecido apenas como Públio Nônio Asprenas, foi um senador romano eleito cônsul em 38 com Marco Áquila Juliano[1][2]. Descendente da nobre família patrícia dos Nônios, era filho de Lúcio Nônio Asprenas, cônsul sufecto em 6, e irmão de Lúcio Nônio Asprenas, cônsul sufecto em 29. Públio Nônio Asprenas Césio Cassiano, cônsul sufecto entre 72 e 73 e procônsul da Ásia entre 86 e 87, era seu filho.

Asprenas foi assassinado em 24 de janeiro de 41 pelos guarda-costas germânicos de Calígula durante o assassinato do imperador[3][4].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Dião Cássio, História Romana LIX 9,1.
  2. CIL II 5, 732 = HEp . 6, 647 = AE 1994, 923, Cauche el Viejo (Espanha); CIL VI, 811, Roma (Itália); CIL VI, 2028 = CIL VI, 32344 = AE 1983, 95, Roma (Itália); CIL X, 6638, Âncio (Itália); CIL XI, 7269, Volsena (Itália); AE 1997, 1221b, Ottmanach (Áustria)
  3. Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas XIX 13
  4. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Calígula 58, 3.

BibliografiaEditar

  • E. Groag, "Nonius Asprenas 19", RE, vol. XVIII.1 Stuttgart, 1936, col. 873.