Associação Nacional Movimento Pró Armas

(Redirecionado de PROARMAS)

O PROARMAS, oficialmente Associação Nacional Movimento Pro Armas (AMPA),[2] é uma associação privada voluntária, sem fins lucrativos ou políticos e de abrangência nacional, com sede no município de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil, cujo objetivo principal é a promoção de ações destinadas a garantir o direito à legítima defesa.[2][3][4][5]

PROARMAS
My PROARMAS text only logo.jpg
Associação Nacional Movimento Pró Armas (AMPA)[1]
Lema "Não é sobre armas, é sobre liberdade"
Tipo Associação civil privada[1]
Fundação 23 de junho de 2020; há 2 anos[1]
Propósito Fomento de ações que visam assegurar o direito à legítima defesa.
Sede Campo Grande, Mato Grosso do Sul[1]
Línguas oficiais Português
Presidente Marcos Zborowski Pollon[1]
Fundador(a) Marcos Zborowski Pollon
Organização André Bedin Pirajá (Vice-presidente)
Sítio oficial www.proarmasbrasil.com.br

HistóriaEditar

O movimento foi idealizado pelo advogado Marcos Zborowski Pollon, como uma forma de defender os princípios constitucionais do direito à vida e à legítima defesa por meio do direito de ter e portar armas.[2][6] O seu estatuto, documento registrado em cartório e de domínio público, encontra-se disponível na internet.[7]

AçõesEditar

O PROARMAS realiza ações de divulgação e esclarecimento à população em geral e aos órgãos oficiais de segurança pública sobre o direito à vida e legítima defesa por meio da publicação de cartilhas de esclarecimento,[8] visitas presenciais a órgãos de segurança e advocacia (PF, PRF, EB, OAB)[5] e clubes esportivos de tiro em cada um dos estados brasileiros.[9]

O PROARMAS também atua na esfera judicial, por exemplo, entrando como amicus curiae na "Ação Direta de Inconstitucionalidade 6.675" contra os decretos editados pelo Presidente Jair Bolsonaro[10] que visam desburocratizar os procedimentos de aquisição, registro, posse e porte de armas de fogo, acessórios e munições para os cidadãos devidamente habilitados na legislação em vigor no Brasil.[11]

ManifestaçãoEditar

O PROARMAS instituiu o dia 9 de julho (em referência à Revolução Constitucionalista) como dia de manifestação para reunir em Brasília[12] todos os cidadãos em defesa do direito de manter e portar armas.

Primeira edição 2020Editar

A questão da reivindicação sobre a possibilidade de uma "Segunda Emenda Brasileira" foi registrada por alguns veículos de comunicação; cerca de 10.000 manifestantes (5.500 segundo o próprio PROARMAS) se reuniram na primeira edição do evento em 2020.[6][13][14]

Segunda edição 2021Editar

Na edição de 2021, os organizadores estimam que participaram cerca de 20.000 pessoas. A manifestação ocorreu nos mesmos moldes do ano anterior sem nenhum incidente.[15][16][17][18]

Terceira edição 2022Editar

Na edição de 2022, os organizadores estimam que participaram entre 35.000 e 40.000 pessoas. A manifestação, assim como as anteriores, ocorreu nos mesmos moldes e sem nenhum incidente.[19][20][21]

Ver tambémEditar

Notas

  • Este artigo foi inicialmente traduzido, total ou parcialmente, do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «PROARMAS».

Referências

  1. a b c d e «Associacao Nacional Movimento Pro Armas-Ampa». cnpj.biz. Consultado em 17 de maio de 2021 
  2. a b c PROARMAS. «Quem somos». proarmasbrasil.com.br. Consultado em 14 de maio de 2021 
  3. «Manifestantes pró-armas ocupam Esplanada dos Ministérios». Jornal de Brasília. 9 de julho de 2020. Consultado em 25 de junho de 2021 
  4. «LIDERANÇAS - PRO ARMAS – MOVIMENTO». cursodetiro.org. 1 de dezembro de 2020. Consultado em 17 de maio de 2021 
  5. a b «OAB Rondônia recebe Movimento Pró Armas para tratar de porte para a advocacia». OAB Rondônia. 4 de setembro de 2020. Consultado em 25 de junho de 2021 
  6. a b «Atiradores bolsonaristas planejam passeata armamentista na Esplanada | Radar». VEJA. Consultado em 25 de junho de 2021 
  7. Cartório (21 de fevereiro de 2020). ESTATUTO PROARMAS (PDF). [S.l.: s.n.] 
  8. «CARTILHA DO PORTE DE TRÂNSITO» (PDF). PROARMAS. 20 de maio de 2020. Consultado em 17 de maio de 2021 
  9. Folha Web (21 de setembro de 2020). «Coordenador do Movimento Pró Armas cumpre agenda em Boa Vista». FOLHA BV. Consultado em 17 de maio de 2021 
  10. Rosa Weber (12 de abril de 2021). «MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 6.675» (PDF). Supremo Tribunal Federal. Consultado em 17 de maio de 2021 
  11. Daniel Fernandes (12 de fevereiro de 2021). «Governo altera decretos e amplia facilidades de compra e registro de armas». CNN Brazil. Consultado em 17 de maio de 2021 
  12. Marcos Pollon (10 de julho de 2020). I encontro PROARMAS pela LIBERDADE!. YouTube. Em cena em 3:31. Consultado em 17 de maio de 2021 
  13. Redação JC (9 de julho de 2020). «Advogado rio-clarense participa de manifestação do Movimento Pró Armas em Brasília». Jornal Cidade. Consultado em 17 de maio de 2021 
  14. Willian Matos (9 de julho de 2020). «Manifestantes pró-armas ocupam Esplanada dos Ministérios». Jornal de Brasília Notícias Digitais Ltda. Consultado em 27 de maio de 2021 
  15. «Manifestação pró-armas reúne apoiadores de Bolsonaro em Brasília». Jovem Pan. 9 de julho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2021 
  16. «Ato pró-armas reúne apoiadores de Bolsonaro em Brasília». Poder 360. 9 de julho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2021 
  17. «Grupo faz manifestação pró-armas em Brasília». g1.globo.com. 9 de julho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2021 
  18. «Armamentistas fazem ato em Brasília; ativistas pró-desarmamento reagem». metropoles.com. 9 de julho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2021 
  19. «Grupo faz manifestação pró-armas em Brasília». G1 (Grupo Globo). 9 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022 
  20. «Grupo pró-armas protesta em Brasília: "Caminhamos por liberdade"». Metrópoles. 9 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022 
  21. «Grupo realiza manifestacao a favor das armas em Brasilia». Poder360. 9 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre movimentos sociais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.