Packard Motor Car Company


Packard Motor Car Company foi uma fabricante de automóveis dos Estados Unidos.

Packard
Extinta Companhia de Automóveis
Atividade Automobilística
Fundação 1899
Sede Detroit, Michigan
 Estados Unidos
Pessoas-chave James Warren Packard, William Doud Packard

HistóriaEditar

1899–1905Editar

A Packard foi fundada por James Ward Packard, William Doud Packard e George L. Weiss, na cidade de Warren, Ohio. James acreditava que eles poderiam fabricar carros melhores que os da Winton Weiss, e sendo ele um engenheiro mecânico, tinha em mente várias ideias para a melhoria do design dos carros da época. Packard não estava muito satisfeito com seu Winton, carro que havia comprado há pouco. Ele chegou a escrever para Alexander Winton uma carta com muitas reclamações e sugestões, no entanto, sentindo-se ofendido pela critica de Packard, o Sr. Winton escreveu a Packard desafiando o mesmo a construir um carro melhor. E foi o que Packard fez, construiu um carro de luxo, e assim, fez com que sua marca superasse a de Winton durante muitas décadas. Packard fabricaria o seu primeiro carro em Warren, Ohio, no dia 6 de novembro de 1899. Em setembro de 1900, a Ohio Automobile Company seria registrada como a fabricante, e enquanto isso, os carros seriam vendidos como Packard. Tendo em vista que esses automóveis ganharam uma notoriedade muito grande e em pouco tempo, e não havia mais a fabricante de automóveis intitulada Ohio, seu nome foi mudado, passando em 1902 a ser chamada Packard Motor Car Company. Desde o início, os automóveis Packard introduziriam uma série de inovações em seus projetos, incluindo o volante moderno, e um ano depois, a primeira produção de um motor 12 cilindros, já que até 1903, todos os Packard tinham um motor monocilíndrico.

Década de 1930Editar

No início, durante e depois da década de trinta, os Packard fabricados foram considerados muito caros para o padrão americano, já que nessa época, os Estados Unidos vivam na grande depressão econômica causada pela queda da bolsa em 1929. Todos se referiam a Packard como sendo um dos três "P's" da realeza automobilística americana, junto com a Pierce Arrow, de Buffalo, Nova Iorque e a Peerless, de Cleveland, Ohio. Durante quase toda a sua história, a Packard foi comandada pelo seu presidente e gerente geral Alvan Macauley, que também foi presidente da National Automobile Manufactures Association. Indicado para o hall da fama do automobilismo, Macauley foi o criador do slogan da Packard, que era: "Pergunte ao homem que possui um".

O final da PackardEditar

A falência da Packard se deu em 1958, com a forte concorrência da Ford, e de novos luxuosos da Chevrolet. A Packard, que estava em conjunto com a Studebaker, não resitiu muito mais tempo, em 1957 e em 1958, chegou a lançar um carro com o selo Packard, mas as vendas foram desanimadoras. O prédio onde funcionava a fábrica da Packard, em Detroit ainda existe, porém foi abandonado e está em condições ruins e é, segundo muitos especialistas, o símbolo máximo de uma época de ouro da fabricação de automóveis nos Estados Unidos.

Modelos PackardEditar

  • Modelos Packard de cilindro único
    • Packard Modelo A – (1899-1900)
    • Packard Modelo B – (1900)
    • Packard Modelo C – (1901)
    • Packard Modelo E – (1901)
    • Packard Modelo F – (1901-1903)
    • Packard Modelo M – (1904)

ConceituaisEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.