Abrir menu principal

Palácio Montecitório

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Palácio Montecitório
Palazzo di Montecitorio
Fachada do Palácio Montecitório
Arquiteto Gian Lorenzo Bernini, Carlo Fontana, Ernesto Basile
Proprietário atual Estado italiano
Função atual Sede do Tribunal Constitucional
Local Roma,  Itália

Palácio Montecitório (em italiano: Palazzo di Montecitorio) é um palácio italiano localizado em Roma. Actualmente acolhe a sede da Câmara dos Deputados da Itália.

Índice

HistóriaEditar

O edifício foi originariamente desenhado por Gian Lorenzo Bernini para o jovem cardeal Ludovisi, sobrinho do papa Gregório XV. No entanto, com a morte de Gregório XV, em 1623, as obras pararam, sendo retomadas somente durante o papado do papa Inocênciao X, quando foi concluído pelo arquitecto Carlo Fontana, o qual modificou o plano de Bernini com a adição de um campanário sobre a entrada principal.

Em 1696, a Cúria Apostólica (tribunal de justiça papal) foi instalada no palácio. Mais tarde, o Palácio Montecitório serviu de sede ao Governo de Roma (em italiano: Governatorato di Roma; a administração da cidade durante o período fascista) e de quartel-general da policia. O obelisco escavado do Solário de Augusto (em latim: Solarium Augusti), actualmente conhecido como Obelisco de Montecitório, foi instalado em frente ao palácio pelo papa Pio VI, em 1789.

 
Traseiras do Palácio Montecitório.

Com o Risorgimento, em 1861, e a transferência da capital para Roma, em 1870, o Palácio Montecitório foi escolhido como sede da Câmara dos Deputados, depois de consideradas várias possibilidades. O antigo pátio interno foi coberto e convertido numa sala de assembleias semi-circular. No entanto, o palácio original não tinha sido adaptado para o seu novo papel, pelo que foi reconstruído no início da década de 1900, restando apenas a fachada intacta. O arquitecto responsável pela obra, Ernesto Basile, era um defensor da Art Nouveau. Basile acrescentou o chamado "Transatlântico", o longo e impressionante salão que rodeia a câmara de debates e que, atualmente, atua como centro informal das políticas italianas.

A câmara de debates é caracterizada por numerosas decorações ao estilo da Art Nouveau: o impressionante tecto de vidro colorido (obra de Giovanni Beltrami); o friso pictórico intitulado "o Povo Italiano" (por Giulio Aristide Sartorio), o qual rodeia a câmara; as figuras de bronze que rodeiam os bancos do presidente e do governo e os painéis representando " a Glória da Dinastia Saboiana", por Davide Calandra.

GaleriaEditar

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar