Abrir menu principal
Palácio de Mateus
Nomes alternativos Solar de Mateus
Arquiteto Nicolau Nasoni (atr.)
Construção século XVIII
Função inicial Residencial
Proprietário atual Privado
Função atual Cultural (museu)
Website casademateus.com
Património Nacional
Classificação  Monumento Nacional
Data 1910
DGPC 71128
SIPA 5990
Geografia
País Portugal
Cidade Vila Real
Coordenadas 41° 17' 49" N 7° 42' 44" O

O Palácio de Mateus está situado na freguesia de Mateus, concelho de Vila Real, Distrito de Vila Real.

A Casa de Mateus foi mandada construir na primeira metade do século XVIII pelo 3º Morgado de Mateus, António José Botelho Mourão. A casa foi sempre administrada pela família Sousa Botelho. O projecto deste palácio foi presumivelmente desenhado pelo arquitecto Nicolau Nasoni. O Palácio é constituído pela Casa principal, pelos jardins, a Adega e uma Capela.

No interior da Casa encontra-se uma biblioteca com 6000 volumes, onde se destaca a célebre edição ilustrada dos Lusíadas de Luís de Camões de 1816 e nas restantes divisões da casa, poderão ser vistas inúmeras peças de mobiliário, tapetes, loiças, vestes e relíquias. [1]


HistóriaEditar

O edifício da Casa de Mateus foi construído durante a primeira metade do século XVIII pelo 3º Morgado de Mateus, António José Botelho Mourão, tendo a construção da capela sido finalizada pelo seu filho D. Luís António de Sousa Botelho Mourão em 1750.

O traço da arquitectura barroca, na aplicação dos pináculos decorativos sobre os telhados, e o equilíbrio da decoração das diferentes fachadas da Casa, sem sobrecarga de ornamentos, que caracteriza a , é atribuído ao arquitecto italiano Nicolau Nasoni. Esta casa veio substituir um antigo edifício já existente neste mesmo local desde o séc. XVII. Fontes manuscritas permitem-nos afirmar que em 1577 já havia pessoas da família a residir neste espaço da (Cristóvão Álvares e sua mulher ).

O edifício da Casa de Mateus é considerado um dos monumentos mais representativos do Barroco no Norte de Portugal e um dos mais característicos da Europa, tendo sido classificado como monumento nacional em 1910.

Em Abril 1961, por iniciativa de D. Francisco Albuquerque, 6º Conde de Vila Real e pai do actual presidente da Fundação, a Casa de Mateus abriu ao público pela primeira vez, apresentando uma exposição do seu acervo documental, actualmente depositado no Arquivo da Casa. O mesmo 6º Conde de Vila Real dedicou-se à administração da Casa e à divulgação cultural do Solar de Mateus, criando a Fundação da Casa de Mateus em Dezembro de 1970.[2]


A Fundação da Casa de MateusEditar

A Fundação da Casa de Mateus foi instituída em 1970 por D. Francisco de Sousa Botelho Albuquerque. Os seus estatutos[3] definem como objetivos a conservação, o restauro e melhoramento da Casa de Mateus, o estudo, o catalogação e divulgação do seu arquivo e ainda a promoção de eventos culturais, científicos e pedagógicos que venham a ser definidas pela sua Direcção.

Desde 1973, o Director-delegado da Fundação é D. Fernando de Sousa Botelho Albuquerque, filho de D. Francisco, que inicia no dia 3 de Dezembro de 1977, com o ciclo “A Cultura em Diálogo”, as actividades da Fundação.

O programa do ciclo “A Cultura em Diálogo”, que perdura até hoje, abrange as mais diversas formas de cultura desenvolvendo actividades regulares na área da música, das artes plásticas ou da literatura, e ainda seminários de reflexão política, científica e cultural.

Paralelamente, foi-se procedendo a um conjunto sistemático de obras de recuperação de toda a Casa e dos seus anexos. Assim, foram-se criando novas infraestruturas de apoio às actividades promovidas e, em 1998, foi inaugurada a Residência de Artistas, que resultou da remodelação e ampliação do antigo Lagar de Azeite e da Destilaria.

Em Setembro 2001, começou o projecto de Tratamento e Digitalização do Arquivo e, em Março 2002, o da Biblioteca. Em Abril de 2003, iniciou-se o Restauro das Colecções Museológicas e a Beneficiação dos Espaços Expositivos da Fundação. Estes projectos foram possíveis graças ao co-financiamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, gerido pelo Programa Operacional da Cultura.[4]

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palácio de Mateus
  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. [http:// www.casademateus.com]
  2. «Casa de Mateus - centro de cultura no Norte do País». Casa de Mateus. Consultado em 12 de março de 2019 
  3. «Missão e Estatutos». Casa de Mateus. Consultado em 12 de março de 2019 
  4. «Historial da Fundação». Casa de Mateus. Consultado em 12 de março de 2019