Palácio dos Condes de Castro Guimarães

Palácio dos Condes de Castro Guimarães
Cascais09.jpg
Apresentação
Tipo
Estilo
Estatuto patrimonial
Localização
Endereço
Coordenadas

O Palácio dos Condes de Castro Guimarães, também referido como Torre de São Sebastião, localiza-se à Avenida Rei Humberto de Itália, na freguesia e concelho de Cascais, distrito de Lisboa, em Portugal.

Palácio dos Condes de Castro Guimarães, Cascais.

HistóriaEditar

Foi mandado construir no século XIX por Jorge O'Neill, sobrinho do 1.º Visconde de Santa Mónica e descendente dos Condes de Clanaboy e Príncipes de Tyrone, Reis do Ulster e, por vezes, Grandes Reis da Irlanda, para sua casa de veraneio. Em 1910 foi vendida ao 1.º Conde de Castro Guimarães. O projecto arquitectónico do palácio foi elaborado por Francisco Vilaça e os arquitectos responsáveis pela edificação foram Albrecht Haupt e Luigi Manini.

O edifício encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público através do Decreto N.º 45 de 30 de Novembro de 1993.

Em nossos dias conserva o seu traçado original, abrigando o Museu Conde de Castro Guimarães, que reúne todas as peças da vasta colecção de arte dos condes.

CaracterísticasEditar

Trata-se de um palácio em estilo revivalista, instalado numa pequena enseada. Aquando das marés altas, a base do edifício é tocada pelas ondas. O seu estilo conjuga o Romantismo - em voga à época - com uma aparência de château medieval, que culmina com a grande torre. Encontra-se rodeado de um interessante jardim.

O edifício tem elementos de origem irlandesa, como os trevos presentes na porta de ferro forjado e na pintura do teto da Sala dos Trevos, a sala de entrada do museu, e o brasão de armas de Jorge O'Neill e dos seus antepassados, pintados no teto do torreão.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Palácio dos Condes de Castro Guimarães
  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.