Palas (filho de Crio)

Palas (em grego clássico: Πάλλας; romaniz.: Pállas), na mitologia grega, é um dos titãs da segunda geração, filho do titã Crio e de Euríbia, uma das filhas de Gaia e Ponto, e irmão de Astreu e Perses. Palas uniu-se com Estige, filha primogênita de Oceano, com que teve Zelo, Nice (Vitória), Cratos (Poder) e Bia (Força). Noutra versão, era pai de Eos (Aurora).[1]

Palas
Deus titã da Batalha
Nome nativo Πάλλας
Cônjuge(s) Estige
Pais Crio e Euríbia
Irmão(s) Astreu, Perses
Filho(s) Cratos, Bia, Zelo e Nice

Ainda numa outra versão, Palas é pai de Atena. Um titã alado e libidinoso, ele tenta estuprar a filha, que resiste e o mata. Depois de matá-lo, a deusa lhe arranca a pele, com a qual faz a égide, e as asas, que põe em seus próprios ombros. Por fim, adiciona o nome do pai antes do seu e passa a se chamar Palas Atena.[2]

Árvore genealógica

editar
Família de Euríbia e Crio
PontoGaiaUrano
EuríbiaCrio
AstreuEosPersesAstériaPalasEstige
BóreasAstreiaPhainonHécateZeloCila
NotoFaetonteNiceFontes
EuroPyroeisCratosLacus
ZéfiroEósforoBia
Stilbon

Referências

Bibliografia

editar
  • Kury, Mario da Gama (1999). «Palas». Dicionário da Mitologia Grega e Romana. São Paulo: Zahar 
  • Graves, Robert (2018). Os Mitos Gregos. [S.l.]: Nova Fronteira