Palazzo Civena

Imagem: Cidade de Vicenza e Villas de Palladio no Véneto O Palazzo Civena está incluído no sítio "Cidade de Vicenza e Villas de Palladio no Véneto", Património Mundial da UNESCO. Welterbe.svg

O Palazzo Civena é um palácio de Vicenza construído, em 1540, por Andrea Palladio. Foi o primeiro palácio de cidade realizado pelo arquitecto, tendo sido erguido por conta dos irmãos Giovanni Giacomo, Pier Antonio, Vincenzo e Francesco Civena.

Fachada do Palazzo Civena.

HistóriaEditar

A data "1540" inerida na medalha de fundação, conservada no Museu Cívico de Vicenza, fixa naquele ano a colocação da primeira pedra. O edifício foi, provavelmente, terminado vinte e quatro meses mais tarde, seis antes do início das obras do grande Palazzo Thiene. A história do palácio é, todavia, desafortunada: fortemente modificado por Domenico Cerato em 1750, foi semi-destruído pelos bombardeamentos aliados durante a Segunda Guerra Mundial (como o Teatro Eretenio que o flanqueava) e depois reconstruído. Actualmente é uma casa de saúde.

O projecto de PalladioEditar

 
Planta do Palazzo Civena, por Ottavio Bertotti Scamozzi, 1776.

O Palazzo Civena não está inserido em I Quattro Libri dell'Architettura, o tratado de arquitectura de Palladio datado de 1570, mas existem vários desenhos autografados palladianos que documentam as diversas alternativas elaboradas durante a fase de projecto. A moderna distribuição dos ambientes não é a solução definitiva escolhida por Palladio mas é fruto da pesada intervenção de Cerato, que prolongou o átrio e modificou as escadas. A planimetria original é, contudo, reconstituivel graças a uma planta publicada por Ottavio Bertotti Scamozzi em 1776 (segundo ele, obtida dos seus proprietários de então): o reagrupamento das salas em dois núcleos posicionados nos lados do átrio, com uma serliana que filtra o relacionamento com o exterior, é muito próximo aos dos projetos palladianos de villa daqueles mesmos anos.

A precoce data de projecto torna o Palazzo Civena num precioso testemunho da actividade juvenil palladiana e da sua cultura arquitectónica antes da marcante viagem a Roma em 1541. Como já tinha acontecido na Villa Trissino de Cricoli, o edifício assinala uma fractura com a prática construtiva vicentina: a tradicional polífora ao centro da fachada é substituida por uma sequência regular de tramos , ritmada por lesenas emparelhadas. Neste aspecto, Palladio inspira-se evidentemente nos palácios romanos de início do século XVI (como o desaparecido Palazzo Caprini, de Bramante), mas é claro que não se trata dum conhecimento directo: a fachada do edifício aparece como que retalhada por uma folha de papel, privada de real consistência plástica. Por outro lado, todos os elementos da linguagem arquitectónica derivam das experiências vénetas, e não romanas; em primeiro lugar, dos edifícios realizados por Giovanni Maria Falconetto em Pádua.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palazzo Civena


Palácios e Villas de Andrea Palladio  
Palácios: Basilica PalladianaCasa CogolloPalazzo AntoniniPalazzo Barbaran da PortoPalazzo del CapitaniatoPalazzo ChiericatiPalazzo CivenaPalazzo Dalla TorrePalazzo PojanaPalazzo Porto (Contrà Porti)Palazzo Porto (Piazza Castello)Palazzo PretorioPalazzo SchioPalazzo ThienePalazzo Thiene Bonin LongarePalazzo Valmarana
Villas: Villa AngaranoVilla ArnaldiVilla BadoerVilla BarbaroVilla CaldognoVilla CapraVilla ChiericatiVilla ContariniVilla CornaroVilla EmoVilla Forni CeratoVilla FoscariVilla Gazzotti GrimaniVilla GodiVilla PioveneVilla Pisani (Bagnolo di Lonigo)Villa Pisani (Montagnana)Villa PojanaVilla Porto (Molina di Malo)Villa Porto (Vivaro di Dueville)Villa RepetaVilla SaracenoVilla SeregoVilla Thiene (Quinto Vicentino)Villa Thiene (Cicogna)Villa Trissino (Cricoli)Villa Trissino (Meledo di Sarego)Villa Valmarana (Lisiera)Villa Valmarana (Vigardolo)Villa Zeno