Abrir menu principal

Palazzo di San Callisto

(Redirecionado de Palazzo San Callisto)
Fachada do palácio. À direita, a entrada da Basílica de Santa Maria em Trastevere.
Vista do palácio e da basílica no século XVIII

Palazzo di San Callisto ou Palácio de São Calisto é um palácio barroco localizado no rione Trastevere de Roma e uma das propriedades extraterritoriais da Santa Sé[1]. Está localizado na praça central do rione, a Piazza di Santa Maria in Trastevere, ao lado da Basílica de Santa Maria em Trastevere.

Seu nome é uma referência a um poço no pátio interior do palácio no qual, segundo a tradição, foi martirizado o papa Calisto I[2].

HistóriaEditar

O palácio era originalmente a residência oficial do cardeal do título de Santa Maria em Trastevere e foi reformado no século XVI pelo cardeal Giovanni Gerolamo Morone. O papa Paulo V cedeu o palácio para os monges da Ordem de São Bento que haviam perdido seu mosteiro anterior por causa de uma ampliação do Palazzo del Quirinale. O edifício adotou o nome de uma pequena igreja adjacente, San Callisto, e o mantém até hoje. Entre 1610 e 1618, tanto a igreja quanto o convento foram re-estruturados[3]. Sua fachada ainda hoje domina a praça onde o palácio está. Em 1936, o arquiteto Giuseppe Momo projetou a construção de uma nova ala[2], cuja entrada fica na Piazza di San Callisto, o imenso Palazzo delle Sacre Congregazioni Romane[4].

Segundo o Tratado de Latrão, toda a região do palácio pertence à Santa Sé e é uma zona extraterritorial do Vaticano em Roma.

UtilizaçãoEditar

O palácio (incluindo o anexo no Palazzo delle Sacre Congregazione Romane) abriga os seguintes escritórios:

Além disto, os cardeais Javier Lozano Barragán e Paul Joseph Jean Poupard residem no Palazzo di San Callisto.

Referências

BibliografiaEditar

  • D'Innella, Michele (2008). «Guida Rossa Roma». Auflage Mailand. Touring Club Italiano (em italiano) (10) 
  • Rendina, Claudio (2007). Le Chiese di Roma (em italiano). Roma: Newton & Compton. ISBN 978-88-541-0931-5 

Ligações externasEditar