Palestina (São Paulo)

município brasileiro do estado de São Paulo
Palestina
  Município do Brasil  
Hino
Apelido(s) "Cidade Presépio"
Gentílico palestinense
Localização
Localização de Palestina em São Paulo
Localização de Palestina em São Paulo
Mapa de Palestina
Coordenadas 20° 23' 24" S 49° 25' 58" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Paulo de Faria, Orindiúva, Nova Granada, Mirassolândia, Tanabi, Cosmorama, Américo de Campos, Pontes Gestal, Riolândia
Distância até a capital 490 km
História
Fundação 2 de janeiro de 1926 (94 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Fernando Luiz Semedo (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 695,5 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 21 051 hab.
Densidade 30,3 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 550 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 15470-000 a 15479-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,764 alto
PIB (IBGE/2009[4]) R$ 137 606 mil
PIB per capita (IBGE/2009[4]) R$ 12 119,57
Outras informações
Padroeiro(a) São João Batista
Website www.palestina.sp.gov.br (Prefeitura)
www.camarapalestina.sp.gov.br (Câmara)

Palestina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se no norte do estado e tem uma população de 11.051 habitantes (IBGE/2010).[2] O município é formado pela sede e pelos distritos de Duplo Céu e Jurupeba.[5][6]

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 20º23'24" sul e a uma longitude 49º25'59" oeste, estando a uma altitude de 550 metros.

Possui uma área de 695,5 km².

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2010[2]

População total: 11.051

  • Urbana: 9.188
  • Rural: 1.863
  • Homens: 5.595[7]
  • Mulheres: 5.456

Densidade demográfica (hab./km²): 15,89

Taxa de alfabetização: 91,7%[8]

Dados do Censo - 2000

(Fonte: IPEADATA)

HidrografiaEditar

RodoviasEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP),[9] que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica,[10] sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Filhos IlustresEditar

AdministraçãoEditar

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. a b c d «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 25 de agosto de 2011 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 27 dez. 2011. Arquivado do original (PDF) em 3 de março de 2016 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 25 de agosto de 2011  horizontal tab character character in |título= at position 26 (ajuda)
  8. «Taxa de Alfabetização 2010» (zip). Censo 2010 IBGE: Indicadores Sociais Municipais. IBGE.gov.br. Consultado em 23 de janeiro de 2012 
  9. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  10. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  11. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar