Palma (distrito de Santa Maria)

distrito de Santa Maria
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo bairro deste distrito, veja Palma (Santa Maria).
Distrito santa-mariense da
Palma
Localização
Localização do distrito da Palma no município de Santa Maria
Subprefeitura Palma
Subprefeito Paulo Dalla Pozza
Bairros 1
Distritos limítrofes Arroio do Só, Arroio Grande, Pains, Sede.
Características geográficas
Área 95,18 km²
População 856 hab. (2000)
Densidade 9,00 hab./km²
Altitude mínima: 59 m
máxima: 478 m [1]
Palma, 8º distrito de Santa Maria
Bandeira de Santa Maria (RS).jpg Distritos de Santa Maria Bandeira do Rio Grande do Sul.svg
29° 43' 53.09" S 53° 34' 49.04" O29° 43' 53.09" S 53° 34' 49.04" O
Portal A Wikipédia possui o

Portal Santa Maria
da Boca do Monte


Leitor, participe do projeto

"Vamos todos wikificar Santa Maria."

Palma é um distrito do município de Santa Maria. Localiza-se na região leste da cidade. A sede do distrito está localizada em seu centro geográfico e dista 23 km do marco zero do município, às margens da RSC-287. O distrito da Palma é a porta de entrada ao município de Santa Maria para quem chega à cidade pelo leste: Quarta Colônia, Cachoeira do Sul, Grande Porto Alegre

O distrito foi criado em 17 de dezembro de 1997.

O distrito da Palma possui uma área de 95,18 km² que equivale a 5,31% do município de Santa Maria que é de 1791,65 km².

LimitesEditar

Limita-se com os distritos de Arroio do Só, Arroio Grande, Pains, Sede, e, com os municípios de Restinga Seca e Silveira Martins.

Descrição dos limites do distrito

  Ver em mapa a delimitação do distrito

  • Ao Norte: Começa junto a nascente do Arroio Tafona, coincidente a linha de divisa intermunicipal, Santa Maria - Silveira Martins e, segue pela cumeeira dos morros do Rebordo do Planalto Sul-Brasileiro, sentido geral leste, passando pelos pontos de cotas altimétricas 475m, 471m, 470m, 478m, 468m até o ponto de cota altimétrica de 466m. Deste ponto segue em sentido sudeste, até a nascente do Arroio Porteirinha ou Araricá;
  • Ao Leste: Da nascente do Arroio Porteirinha (ou Araricá), segue por este, à jusante, até sua confluência com o Arroio Vacacaí-Mirim;
  • Ao Sul: Da confluência do Arroio Porteirinha com o Arroio Vacacaí-Mirim, segue à montante do Arroio Vacacaí-Mirim, até encontrar a confluência com seu tributário, a Sanga do Banhado Grande;
  • Ao Oeste: Da confluência da Sanga do Banhado Grande com o Arroio Vacacaí-Mirim, segue por ela, à montante, até encontrar a ponte da linha férrea, Santa Maria - Restinga Seca; deste ponto, segue pela ferrovia, em sentido nordeste, até o cruzamento com a Rodovia Estadual RST-287; deste ponto, deflete pela rodovia, em sentido leste, até encontrar a ponte sobre o Arroio Grande; deste ponto, segue pelo Arroio Grande, à montante, até encontrar o corredor que liga à Estrada do Imigrante, de coordenada UTM aproximada E 2437 e N 6711. Deste ponto, segue por este corredor até encontrar a ponte sobre o Arroio Tafona e, por este arroio, à montante, até sua nascente, ponto de limite de divisa dos Município de Santa Maria e Silveira Martins, início desta descrição.

BairrosEditar

  Nota: Se procura as localidades deste distrito, veja Palma (Santa Maria)#Unidades residenciais.

Palma é um distrito de bairro único, homônimo, e de mesma área ao seu bairro. Sendo que o termo distrito da Palma se refere a uma região administrativa que compreende o bairro Palma em si. Os termos bairro e distrito em Palma se confundem, mas o distrito é uma parte administrativa do município, enquanto o bairro é a sua identidade territorial.

O distrito de Palma está dividido nos seguintes bairros:

  1. Palma;

ViasEditar

HistóriaEditar

Em 1997 Santa Maria sofreu perdas de áreas com as emancipações ocorridas nos então distritos de Itaára e Dilermando de Aguiar.

Na época Santa Maria estava sendo administrada pelo prefeito Osvaldo Nascimento, do Partido Político PTB e que estava em seu segundo mandato. Nascimento resolveu criar novos distritos com o intuito de dar mais eficiência à administração.

Foi então que os moradores do atual distrito se reuniram e, através de um abaixo-assinado com 280 assinaturas, reivindicaram sua criação.

A população tinha como principal argumento o descaso da Prefeitura Municipal com a localidade, que não fornecia a ela nenhum tipo de assistência. Com a aceitação da criação do distrito por parte da prefeitura, o novo distrito foi criado em 31 de dezembro de 1997 através da Lei Municipal 1.237/97. Sua área foi desmembrada do distrito de Arroio do Só em sua porção leste e Arroio Grande em sua porção oeste.

A primeira sede administrativa do distrito funcionou, provisoriamente, junto ao Salão comunitário de Nossa Senhora da Saúde na unidade residencial Faxinal da Palma, que está situada na porção oeste do bairro Palma. Em 2003 foi inaugurada a subprefeitura de Palma no coração do distrito, localizada na unidade residencial Vila Palma, no bairro Palma, como planejamento territorial estratégico para seu futuro desenvolvimento [2].

GeografiaEditar

As características atuais do clima, como precipitações bem distribuídas ao longo do ano, determina redes de drenagem perene. Aparecem como rios principais o Rio Arroio Grande e o Rio Vacacaí-Mirim possuindo como afluentes o Arroio Tafona e o Arroio Araricá, este último também denominado de Arroio Porteira. "Araricá" é um vocábulo de origem tupi, significando "mata do rio das araras", através da junção dos termos a'rara (arara)[3], 'y (água, rio)[4] e ka'a (mata).[5]

A maioria da população vive no local há mais de 20 anos e possuem, em sua maioria, propriedades que passaram de geração para geração, o que de certa forma impede a especulação imobiliária.

Quanto ao grau de escolaridade, observa-se que a maioria da população possui apenas o ensino fundamental incompleto.

As atividades econômicas desenvolvidas em Palma são principalmente agricultura e pecuária.

Com relação às áreas das propriedades, verifica-se que, no bairro Palma a região da unidade residencial:

  1. Vale dos Panno possui pequenas propriedades, com áreas de 1 a 60 hectares, cuja topografia, em sua maioria, é de encosta moderada e morro, aparecendo pequenas porções de várzea. Possuem sua atividade econômica voltada para a produção agrícola e horticultura, com seus produtos comercializados no próprio município;
  2. Faxinal da Palma possui propriedades que variam de 50 a 400 hectares, com alto poder aquisitivo. As propriedades localizam-se em áreas de topografia plana, com várzeas e possuem atividade econômica voltada para a produção agrícola e à criação de gado.
  3. Linha Sete e Santa Teresinha possuem suas topografias em morros, encostas e várzeas. Os moradores dessas duas localidades são, na sua maioria, proprietários de pequenas e médias propriedades, com áreas que variam de 10 a 60 hectares, e 50 a 100 ha, respectivamente. Na unidade residencial Linha Sete a maioria dos moradores são aposentados ou que exercem alguma atividade fora do campo, como por exemplo vigilantes. Nessa mesma localidade pode ser também encontrada uma agroindústria de produtos embutidos e propriedades com produção de horticultura em estufa.
  4. Vista Alegre tem sua topografia tida, em sua maioria, como áreas planas, com terras de várzeas e coxilhas.

Do ponto de vista econômico pode-se dizer que o distrito está dividido em duas áreas:

  1. A primeira formada pelo centro e sul, com um ótimo desempenho agrícola e pecuário, possuindo uma topografia mais favorável, terras de várzeas e coxilhas.
  2. A segunda área ao norte, com uma produção agrícola menos desenvolvida e mais diversificada devido ao menor tamanho das propriedades, encontrando-se estas nas encostas dos morros.

Sistema naturalEditar

Cobertura vegetal original: área de tensão ecológica (extremo sul do distrito) e floresta estacional decidual.

Atual cobertura vegetal: campos e mata subtropical (extremíssimo nordeste do distrito).

Subprefeitura da PalmaEditar

Em Santa Maria a zona rural é dividida em subprefeituras, de modo à melhor proporcionar a população ações do executivo municipal. Para entrar em contato com a subprefeitura de Palma o fone é (0 xx 55) 3217 9415. A área de atuação da Subprefeitura de Palma é exclusivamente o distrito de Palma.

SubprefeitosEditar

Foram subprefeitos do distrito santa-mariense da Palma:

  • Renato Nicoloso.
  • Domingo Balconi.
  • Luciano Zanini Guerra: de 2001 a 2009 durante o mandato de Valdeci Oliveira no mesmo período;
  • Walter Luiz Filipetto Righi: Funcionário da Prefeitura. Provisório até decisão por consulta popular onde a população dos distritos, exceto a Sede que não é "subprefeiturada", decidiu que o prefeito deve indicar o subprefeito e não a população como ocorreu durante o mandato de Valdeci Oliveira. Menos da metade da população compareceu às urnas; O então prefeito, Cezar Schirmer, se mostrou contra a população indicar o subprefeito. No distrito da Palma a população que compareceu às urnas decidiu pela população indicar o subprefeito, contudo os distritos "subprefeiturados" em geral decidiram que o prefeito deveria indicar o subprefeito, e como todos os distritos têm a mesma política, prevaleceu esta última.[6][7][8][9][9][10][11][12]
  • Reni Weber: Nominado durante o governo Cezar Schirmer;
  • Paulo Schuster[13]: O Governo Jorge Pozzobom determinou que seriam apenas 3 subprefeitos em Santa Maria, onde o mesmo subprefeito da Palma seria também de Arroio do Só e Arroio Grande, e seria o Subprefeito da Região Leste. Paulo Schuster assumiu interinamente até que um fosse nomeado alguém para esta região, uma vez que Schuster é Superintendente do Interior.
  • Antonio Poerscke: Subprefeito da Palma e também Arroio do Só e Arroio Grande, indicado pelo governo Jorge Pozzobom.
  • Paulo Dalla Pozza: Atual subprefeito, ainda no governo Jorge Pozzobom, na Palma e nos Arroios do Só e Grande.

Conselho distritalEditar

O conselho distrital é um conjunto de pessoas de várias comunidades do distrito que tem por função auxiliar a administração municipal, seja ela a Prefeitura ou Câmara de Vereadores na discussão de questões pertinentes ao distrito.

Aos conselheiros distritais são designadas as funções, segundo a Prefeitura Municipal de Santa Maria, de[14]:

  • Definir propostas referentes ao distrito e apresentá-las ao poder público municipal;
  • Decidir sobre matérias referentes aos diversos setores da administração municipal, dentro dos limites do distrito;
  • Definir e priorizar as atividades a serem desenvolvidas pelo Poder Público no âmbito do distrito;
  • Analisar e avaliar anualmente a atuação do subprefeito e, se necessário, sugerir à administração municipal, por meio de Resolução Regimental, sua substituição;
  • Coordenar a elaboração de um plano de desenvolvimento para o distrito.

Os conselheiros distritais devem ter o intuito de elaborar um projeto de desenvolvimento e de estruturação urbana e territorial para o distrito e não apenas levar os problemas corriqueiros do dia-a-dia.

Integrantes do conselho distrital (por regiões) - composição atual[15]:

  1. Sede (Vila Palma) e arredores:
    1. Titular: Domingos Balconi
    2. Suplente: Terezinha Balconi
  2. Faxinal da Palma e arredores:
    1. Titular: Leandro Michelotti Bolzan
    2. Suplente: Oscar Lucca
  3. Santa Terezinha e arredores:
    1. Titular: Dari Dallaporta Balconi
    2. Suplente: Darci Bassan Carneiro
  4. Vista Alegre e arredores:
    1. Titular: Gerson Biachin
    2. Suplente: João Fernando Bianchin
  5. Linha Sete e arredores:
    1. Titular: Carlos Mozart Marques de Moraes
    2. Suplente: Joacir José Vissotto Comim

Referências

  1. «Lei Municipal nº 4120/97, de 19 de Dezembro de 1997.» (PDF) 
  2. «Executivo Municipal inaugura as novas instalações da subprefeitura de Palma» 
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 155.
  4. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 22.
  5. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 14.
  6. «Prefeito anuncia consulta popular para subprefeitos» 
  7. «Prefeitura vai ouvir a população dos distritos sobre a indicação de subprefeitos» 
  8. «Será no próximo domingo a consulta à população dos distritos sobre escolha dos subprefeitos» 
  9. a b «População dos distritos diz sim à indicação dos subprefeitos» 
  10. «Dia 21 a população dos distritos vai decidir se o prefeito deve ou não indicar os subprefeitos» 
  11. «Eleitores vão às urnas e opinam sobre o processo» 
  12. «Prefeito empossa novos subprefeitos dos distritos» 
  13. Rosauro, Maiquel (19 de janeiro de 2017). «INTERIOR. Confira quem são os subprefeitos e assessores regionais dos distritos de Santa Maria». Maiquel Rosauro. Consultado em 7 de fevereiro de 2018 
  14. «Já está na Câmara Projeto do Executivo para criação dos Conselhos de Desenvolvimento» 
  15. «Prefeito municipal foi ao distrito de Palma na última terça-feira (22)» 

Referências geraisEditar

  • Lei 4498 de 2001
  • Carvalho, Viviani Saldanha de. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA, SÓCIO-ECONÔMICA E APLICAÇÃO DO MODELO CENTRO-PERIFERIA EM PALMA 8º DISTRITO DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA - RS. Trabalho de Graduação B, UFSM, Santa Maria, RS, Brasil.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar