Palmeira (Maputo)

Palmeira, cujo nome formal é Nwamantbjana,[1] é uma povoação moçambicana do distrito da Manhiça, província de Maputo, situada na estrada nacional N1, 100 km a norte de Maputo. É a sede do posto administrativo 3 de Fevereiro.[2]

Deve o seu nome à existência de um espécime de dessa árvore junto à estrada, que sobreviveu por várias décadas.[3][4] O topónimo Nwamantbjana foi adoptado em 1982 quando a localidade se tornou uma aldeia comunal. Anteriormente, o local era conhecido como Dloti, o nome de um régulo.[2]

A importância económica da Palmeira deriva de uma fábrica de descasque e processamento do arroz produzido no regadio do Chokwé, no vale do Limpopo, e que foi inaugurada em 1967.[5] Outra actividade económica da povoação é a olaria, muita da qual é vendida ao longo da EN1.[6][7]

Referências

  1. «Deliberação n.º 104/CNE/2019» (PDF). Boletim da República, nº 190 de 1 de Outubro. 1 de outubro de 2019. p. 4492-4493. Consultado em 26 de novembro de 2021 
  2. a b «Os três nomes da localidade». Notícias. 3 de novembro de 2020. Consultado em 25 de novembro de 2021 
  3. «Morreu a Palmeira Centenária». Consultado em 23 de Dezembro de 2010 
  4. «Palmeira:a árvore que virou localidade». Notícias. 3 de novembro de 2020. Consultado em 25 de novembro de 2021 
  5. «Inauguração da Fábrica de Arroz Inácio de Sousa». RTP Arquivos. 19 de janeiro de 1967. Consultado em 26 de novembro de 2021 
  6. «Uma terra de Oleiros!». Notícias. 3 de novembro de 2020. Consultado em 25 de novembro de 2021 
  7. Muanga, Lucas (24 de novembro de 2021). «Palmeira: uma localidade de barro!». Notícias. Consultado em 26 de novembro de 2021 

Ligação externaEditar

Palmeira no Google Maps

  Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.