Parada 88, o Limite de Alerta

filme de 1977 dirigido por José de Anchieta

Parada 88, o limite de alerta é uma produção cinematográfica brasileira de 1977, do gênero ficção científica e com direção, cenografia e figurino de José de Anchieta.[1]

Parada 88, o limite de alerta
 Brasil
1977 •  cor •  
Direção José de Anchieta
Roteiro José de Anchieta
Elenco Regina Duarte
Joel Barcellos
Yara Amaral
Cleide Yáconis
Sérgio Mamberti
Flávio Guarnieri
Paulo Guarnieri
Género drama, fc
Idioma português

É um filme brasileiro de ficção científica, o que é uma raridade.[2]

Retrata os perigos da energia nuclear e foi realizado antes do acidente na central nuclear de Tchernobyl e dez anos antes do acidente radioativo de Goiânia.

Apesar da produção cuidadosa e da cenografia caótico-futurista, o filme redundou em fracasso de público.[2]

Informações adicionaisEditar

A trilha sonora foi assinada por Egberto Gismonti, que também é produtor-executivo do filme, junto com Regina Duarte, Carlos Alberto Dalla e Roberto Santos.

A equipe de produção contou ainda com Chico Botelho (diretor de fotografia) e Elifas Andreato (designer e artista plástico brasileiro), que desenhou o título do filme.

Elenco principalEditar

  A Wikipédia tem o


PrêmiosEditar

Troféu APCA 1979 (Brasil)


Referências

  1. «Parada 88, o Limite de Alerta». no AdoroCinema 
  2. a b Gabriel Carneiro (29 de novembro de 2011). «Dossiê Jair Correia: Parada 88: O Limite de Alerta». revista Zingu. Consultado em 23 de janeiro de 2018 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.