Abrir menu principal

Parque Estadual do Mirador

Parque Estadual do Mirador
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
Localização
País  Brasil
Estado  Maranhão
Mesorregião Leste Maranhense
Microrregião Chapadas do Alto Itapecuru
Localidade mais próxima Mirador[1]
Dados
Área &0000000000437845.000000437 845 hectares (4 378 5 km2)[2]
Criação 4 de junho de 1980 (39 anos)
Gestão Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão
Coordenadas 6° 26' 01" S 44° 53' 58" O
Parque Estadual do Mirador está localizado em: Brasil
Parque Estadual do Mirador

O Parque Estadual do Mirador é uma unidade de conservação brasileira localizada no município de Mirador, estado do Maranhão, região Nordeste do Brasil.[1] É a maior unidade de conservação ambiental do estado, com área total de 437.845 hectares.[3]

HistóriaEditar

 
O cachorro-do-mato-vinagre é uma das espécies que habitam Mirador.

Situado próximo às nascentes dos rios Alpercatas e Itapecuru,[1] Mirador foi criado pela lei n° 7.641, de 4 de junho de 1980. O parque engloba em torno de 60% do município de Mirador, um dos maiores do estado.[2]

BiodiversidadeEditar

A unidade apresenta vegetação sobretudo de cerrado[4] e conta com espécies vegetais como pau-terra, pequi, sucupira e jabota, assim como palmeiras como o babaçu. A fauna é variada e de extrema importância para o ecossistema da região, e entre as várias espécies pode-se destacar urubu-rei, tatu-canastra e cachorro-do-mato-vinagre. O parque é também habitat do gato-palheiro, espécie que corre algum risco de extinção.[5]

2011, por meio de um projeto que teve como objetivo principal o levantamento da quantidade de tipos de peixes que ocorrem na rede hidrográfica do parque, revelou um número aproximado de 60 diferentes espécies.[3]

AdministraçãoEditar

Mirador é administrado pelo estado, por meio da Superintendência de Biodiversidade e Áreas Protegidas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), que o colocou sob os cuidados de uma cooperativa subcontratada por tempo determinado — em geral um ano.[2][nota 1]

Em 2005, uma megaoperação foi organizada para a retirada de cerca de nove mil cabeças de gado da área. Tal operação envolveu técnicos e agentes ambientais da Sema, policiais do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e guardas do parque da Coopermira.[6]

Em setembro de 2003, foi implantado o Programa de Educação Ambiental do Parque Estadual do Mirador, cujo foco é, sobretudo, a conscientização ecológica de crianças e jovens.

Notas

  1. Tal cooperativa, a Coopermira, foi criada exclusivamente para esse fim.[2]

Referências

  1. a b c Raimundo N.M. da Silva (2000). «Caracterização dos impactos ambientais no rio Itapecuru (...)» (PDF). Associação Brasileira de Recursos Hídricos. Consultado em 18 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  2. a b c d Da redação (2013). «Parque Estadual de Mirador: proposta de gestão compartilhada». Jornal de Mirador. Consultado em 18 de setembro de 2015 
  3. a b Emanoel Pascoal (7 de Junho de 2013). «Pesquisa identifica novas espécies de peixes no Parque Estadual do Mirador». Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). Consultado em 19 de setembro de 2015. Arquivado do original em 26 de agosto de 2016 
  4. Adm.ICMBio (2001). «Unidades de Conservação do Maranhão» (PDF). Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Consultado em 18 de setembro de 2015 
  5. Diego Queirolo; et al. (2013). «Cópia arquivada». Biodiversidade Brasileira. Consultado em 18 de setembro de 2013. Arquivado do [file:///C:/Users/F%C3%A1bio/Downloads/375-1653-1-PB.pdf original] Verifique valor |URL= (ajuda) (PDF) em 12 de agosto de 2013  |Título= e |titulo= redundantes (ajuda)
  6. Da redação (2005). [reserva-ambiental-do-mirador-era-usada-como-pasto-para-gado «Reserva ambiental do Mirador era usada como pasto para gado»] Verifique valor |URL= (ajuda). Unidades de Conservação no Brasil. Consultado em 18 de setembro de 2015 
  Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.