Partido Pirata do Luxemburgo

O Partido Pirata do Luxemburgo (em luxemburguês: Piratepartei Lëtzebuerg, em alemão: Piratenpartei Luxemburg, em francês: Parti pirate du Luxembourg) é um partido político do Luxemburgo. O partido segue a ideologia pirata desenvolvida pelo Partido Pirata sueco. O partido defende os "direitos dos cidadãos", maior proteção dos dados e privacidade para as pessoas físicas, maior transparência no governo e livre acesso à informação e educação. Também defende uma revisão profunda das leis sobre patentes e copyright, e opõe-se a todos os tipos de censura. Um principio fundamental é a democracia participativa, que dá a cada membro do partido a possibilidade da contibuir para a definição da estratégia e programa do partido. Com a maioria dos partidos no Luxemburgo, o Partido Pirata é fortemente pró-europeu. é membro do Partido Pirata Internacional, a organização internacional que agrupa os partidos piratas.[4]

Partido Pirata do Luxemburgo
Piratepartei Lëtzebuerg
Presidente Starsky Flor
Marie-Paule Dondelinger
Vice-presidente Daniel Frères
Secretário-geral Marc Goergen
Fundação 4 de outubro de 2009[1]
Sede 1a, rue de Luxembourg
L-8184 Kopstal (Koplescht)
Ideologia Democracia direta[2]
Reforma do copyright reform[2]
Transparencia[2]
Membros (2014) 331[3]
País  Luxemburgo
Afiliação internacional Partido Pirata Internacional
Afiliação europeia Partido Pirata Europeu
Câmara dos Deputados
2 / 60
Cores Púrpura, preto, branco
Página oficial
https://www.piraten.lu
Política do Luxemburgo



Sven Clement
Sven Clement, presidente

O Partido Pirata do Luxemburgo foi criado na cidade do Luxemburgo a 4 de outubro de 2009.[1][5] A sua militância passou de 14 membros fundadores a 331[3] (em abril de 2014).

O presidente é Sven Clement, que foi também o principal candidato às eleições legislativas de 2013[6] e às eleições europeias de 2014.[7] O vice-presidente é Sven Wohl, o tesoureiro é Ben Allard e o secretário geral é Andy Maar. Outra figura proeminente é Jerry Weyer, antigo vice-presidente e co-fundador do partido que foi também co-presidente do Partido Pirata Internacional (PPI) de março de 2010 até 2011.[8]

Resultados eleitoraisEditar

EuropeiasEditar

Data % Eleitos
Maio de 2014[9] 4,23%
0 / 6

LegislativasEditar

Data Votos % Eleitos
Outubro de 2013[10] 96.270 2,9%
0 / 60
Outubro de 2018[11] 227.549 6,45%
2 / 60

Referências

  1. a b «Piratenpartei Luxemburg macht klar Schiff». Luxemburger Wort (em alemão). 5 de outubro de 2009. Consultado em 6 de janeiro de 2010. Arquivado do original em 7 de outubro de 2009 
  2. a b c «Luxemburgo». Parties and Elections in Europe (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2018 
  3. a b «Präsidium:Protokoll/2014-10-27» [Ata da reunião da Presidência (2014/10/27)]. Piratepartei Lëtzebuerg (em luxemburguês) 
  4. «About PPI». Pirate Party International (em inglês) 
  5. «Geschicht vun der Piratepartei Lëtzebuerg». Piratepartei Lëtzebuerg (em luxemburguês). Consultado em 17 de outubro de 2018. Arquivado do original em 15 de outubro de 2018 
  6. «Pirates ready for first general elections». Wort.lu/en (em inglês) 
  7. «Piraten starten in Europa-Wahlkampf». Wort.lu (em luxemburguês) 
  8. «Patrick Mächler steps down - Jerry Weyer Steps up!». PPI. 2 de março de 2010 
  9. «Européennes 2014: Résultats officieux». Site Oficial de Eleições no Grão-Ducado do Luxemburgo (em francês) 
  10. «Élections législatives 2013 - Résultats officieux». Site Oficial de Eleições no Grão-Ducado do Luxemburgo (em francês) 
  11. «Élections législatives 2018». Site Oficial de Eleições no Grão-Ducado do Luxemburgo (em francês) 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Partido Pirata do Luxemburgo
  Este artigo sobre Luxemburgo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.