Partido Republicano (Chile)

Partido Republicano
Presidente José Antonio Kast
Fundação 10 de junho de 2019
Ideologia Conservadorismo
Nacionalismo
Liberalismo econômico[1]
Espectro político Direita a Extrema-direita
Página oficial
www.partidorepublicanodechile.cl

O Partido Republicano é um partido político chileno fundado em 2019 pelo ex-deputado chileno José Antonio Kast.[2] É classificado como sendo de extrema-direita ou ultraconservador,[3][4] porém seus membros preferem defini-lo como um partido de direita baseado no "senso comum".[5]

HistóriaEditar

AntecedentesEditar

O fundador do partido, José Antonio Kast, foi deputado por dezesseis anos e anteriormente vereador, por vinte anos ele era membro da União Democrática Independente (UDI). Na eleição presidencial de 2017, ele obteve quase 8% dos votos. Com a base de apoio que obteve após a eleição, ele decidiu sair da UDI e fundar um movimento político.[2]

Em 3 de março de 2018, Kast realizou a primeira reunião do movimento que na época não tinha nome. Posteriormente, em 19 de abril daquele ano, o movimento foi apresentado oficialmente sob o nome de "Ação Republicana".[6] Na época da apresentação oficial da Ação Republicana, seu logotipo foi comparado pelo jornal El Mercurio ao logo do partido francês de extrema-direita Reagrupamento Nacional.[7]

FundaçãoEditar

Kast enviou o registro do Partido Republicano em 10 de junho de 2019 ao Serviço Eleitoral Chileno. Mais da metade do conselho de administração do partido é composta por ex-membros da UDI.[8]

IdeologiaEditar

O partido tem um estatuto que reúne todas os seus ideais em dezoito tópicos. No primeiro deles, é dito que o partido é "absolutamente contrário ao aborto em todas as suas formas"; além disso, no segundo tópico é dito que o partido acredita em uma família fundada no casamento entre um homem e uma mulher, sendo contra o casamento gay em todas as suas formas,[1] promovendo assim "o direito dos filhos de ter pai e mãe".[9] Além disso, o partido também defende "uma economia social de mercado, uma forte defesa da liberdade de expressão, uma defesa da iniciativa privada em questões econômicas, a defesa de garantias constitucionais e a defesa da propriedade privada, uma vez que esta constitui um dos pilares de uma sociedade genuinamente livre e responsável".[1]

O partido também rejeita o plebiscito nacional do Chile de 2020, liderando uma chamada "campanha pelo não". O partido defende a manutenção da atual constituição chilena argumentando que ela "é o instrumento que permitiu o Chile tornar-se o país de maior sucesso na América Latina".[10]

Referências

  1. a b c «Estos son los estatutos del Partido Republicano de José Antonio Kast». www.adnradio.cl (em espanhol). 10 de junho de 2019. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  2. a b Chile, C. N. N. «José Antonio Kast inscribió el Partido Republicano ante el Servel: "El próximo gobierno va a ser de derecha"». CNN Chile (em espanhol). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  3. Mostrador, El (7 de agosto de 2018). «Ultras, conservadores y nacionalistas: el retorno de la extrema derecha dormida». El Mostrador (em espanhol). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  4. «Abascal se reúne con el líder del Partido Republicano de Chile, defensor de Pinochet». www.publico.es. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  5. H/Creada:24-06-2019, Goyo G. MaestroÚltima actualización:12-11-2019 | 14:19 (24 de junho de 2019). «Kast: "Abascal es un líder carismático que está generando una derecha basada en el sentido común"». La Razón (em espanhol). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  6. Meganoticias. «Meganoticias - Principales noticias de Chile y el mundo». meganoticias.cl (em espanhol). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  7. S.A.P, El Mercurio (20 de abril de 2018). «¿Inspiración francesa?: La semejanza entre el logo de Acción Republicana de Kast y el de Agrupación Nacional de Le Pen | Emol.com». Emol (em Spanish). Consultado em 26 de novembro de 2019 
  8. «Más de la mitad de directiva de Partido Republicano de Kast viene de la UDI». La Tercera (em espanhol). 9 de junho de 2019. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  9. «Kast y adopciones: "Hay que proteger el derecho del niño a tener padre y madre"». https://www.facebook.com/el.dinamo (em espanhol). 7 de maio de 2019. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  10. «Partido Republicano de J. A. Kast y acuerdo por nueva Constitución: "Asumiremos con valentía el desafío histórico de liderar la campaña del No"». La Tercera (em espanhol). 15 de novembro de 2019. Consultado em 26 de novembro de 2019