Partido Socialista Operário Húngaro

O Partido Socialista Operário Húngaro (em húngaro: Magyar Szocialista Munkáspárt, MSzMP) foi um partido político comunista da Hungria, que liderou o regime comunista húngaro de 1956 até ao seu fim em 1989.

Partido Socialista Operário Húngaro
Magyar Szocialista Munkáspárt
Líder Rezső Nyers (último)
Fundação 1956
Dissolução 1989
Sede Budapeste,  Hungria
Ideologia Comunismo
Marxismo-leninismo
Comunismo Goulash
Espectro político Extrema-esquerda
Antecessor Partido dos Trabalhadores Húngaros
Sucessor Partido Socialista Húngaro (ala maioritária)
Partido Comunista dos Trabalhadores Húngaros (ala minoritária)
Cores Vermelho, Branco e Verde

O partido foi fundado durante a Revolução Húngara de 1956, como sucessor do Partido dos Trabalhadores Húngaros, para disputar as prometidas eleições democráticas, mas com a supressão soviética da Revolução de 1956, o novo partido reafirmou-se como comunista e completamente fiel à URSS[1].

Apesar desta fidelidade ao regime soviético, o regime húngaro do MSzMP tornou-se o mais liberal dos países sob controlo soviético, adoptando uma nova política económica e social, conhecida como Comunismo Goulash, inventado por János Kádár, que foi o líder húngaro de 1956 a 1988[2].

Em 1988, com a saída de Kádár do partido, a ala reformista do partido viria a ganhar o controlo do partido, e, em 1989, na onda da liberalização promovida por Gorbachev na URSS, a ala reformista introduziu um sistema democrático multi-partidário e a promessa de realização de eleições livres o mais depressa possível[3].

Além destas reformas no país, a ala reformista alterou os estatutos do partido, abandonando o comunismo e o marxismo-leninismo como ideologias, adoptando o nome de Partido Socialista Húngaro e afirmando-se como um partido de centro-esquerda e social-democrata[4]. Apesar disto, uma ala minoritária, rejeitou tais alterações e criou o Partido Comunista dos Trabalhadores Húngaros[5].

Resultados eleitoraisEditar

Eleições legislativasEditar

Data Votos % Deputados +/- Status
1958 6 431 832 99,6 (1.º)
276 / 338
Governo
1963 6 813 058 98,9 (1.º)
252 / 340
 24 Governo
1967 7 086 596 99,7 (1.º)
259 / 349
 7 Governo
1971 7 189 125 99,0 (1.º)
224 / 352
 35 Governo
1975 7 497 060 99,6 (1.º)
215 / 352
 9 Governo
1980 7 462 593 99,3 (1.º)
252 / 352
 37 Governo
1985 7 145 601 99,1 (1.º)
288 / 387
 36 Governo

Referências

  1. Publishing, Britannica Educational (1 de junho de 2013). Bulgaria, Hungary, Romania, the Czech Republic, and Slovakia (em inglês). [S.l.]: Britanncia Educational Publishing. ISBN 9781615309870 
  2. Daniels, Robert Vincent (31 de dezembro de 1986). Documentary History of Communism (em inglês). [S.l.]: I.B.Tauris. ISBN 9781850430353 
  3. Publishing, Britannica Educational (1 de junho de 2013). Bulgaria, Hungary, Romania, the Czech Republic, and Slovakia (em inglês). [S.l.]: Britanncia Educational Publishing. ISBN 9781615309870 
  4. Publishing, Britannica Educational (1 de junho de 2013). Bulgaria, Hungary, Romania, the Czech Republic, and Slovakia (em inglês). [S.l.]: Britanncia Educational Publishing. ISBN 9781615309870 
  5. Publishing, Britannica Educational (1 de junho de 2013). Bulgaria, Hungary, Romania, the Czech Republic, and Slovakia (em inglês). [S.l.]: Britanncia Educational Publishing. ISBN 9781615309870