Abrir menu principal

Partido Socialista Revolucionário Somali

Partido Socialista Revolucionário Somali (somali: Xisbiga Hantiwadaagga Kacaanka Soomaaliyeed , XHKS; em árabe: الحزب الاشتراكي الثوري الصومالي, al-Ḥizb al-ishtirākī al-thawrī al-ṣūmālī; em italiano: Partito Socialista Rivoluzionario Somalo ) foi o partido governante da República Democrática da Somália de 1976 a 1991.

O Partido Socialista Revolucionário Somali foi criado pelo regime militar de Siad Barre sob orientação soviética. Um congresso fundador foi realizado em junho de 1976. O congresso elegeu um Comitê Central, com Barre como secretário-geral do partido.[1]

Quando o regime de Barre caiu em 1991, o partido desapareceu. No mesmo ano, a Frente Nacional Somali foi organizada por partidários de Barre.

Ideologia e organizaçãoEditar

O Partido Socialista Revolucionário Somali era em teoria um partido marxista-leninista, mas também incluía o ideário do socialismo islâmico, do socialismo científico, do nacionalismo somali e do pan-somalismo.

A partido deveria funcionar como uma força política que transcendesse as linhas de clãs, mas na realidade houve pouca mudança na prática política. O poder ficaria concentrado em três clãs. [2]

Referências

  1. Creation of the Somali Revolutionary Socialist Party - Helen Chapin Metz, ed. Somalia: A Country Study.
  2. Siad Barre and Scientific Socialism - Helen Chapin Metz, ed. Somalia: A Country Study.